SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 10 – Domingo de Páscoa: A Procissão da Ressurreição

Uma das mais significativas manifestações populares características da Semana Santa em Ouro Preto é a criação dos tapetes devocionais que recebem a Procissão da Ressurreição na manhã do domingo de Páscoa. Moradores e turistas se unem na noite de sábado, a partir das 20hs, para enfeitar e adornar as ruas da cidade histórica.

A festa do Domingo de Pascoa ganha então um grande colorido sobre o tapete que serve para o desfile mais uma vez dos personagens bíblicos e as irmandades. A Procissão da Ressurreição marca assim, o final da Semana Santa que comemora a ressurreição de Jesus Cristo para a vida eterna. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 10 – Domingo de Páscoa: A Procissão da Ressurreição”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 8 – Sexta Feira da Paixão: Descimento da Cruz e a Procissão do Enterro

O mesmo palco o dia de ontem foi usado para representar a Cerimonia dos Lava-pés, hoje serve como palco para a representação mais importante da Semana Santa. A Sexta da Paixão que relembra a crucifixão e morte de Jesus Cristo.

Cabe lembrar que hoje Sexta-Santa, é feriado também, por tento milhares de turistas acodem a Ouro Preto, a primeira cidade brasileira em ser nomeada Patrimônio da Humanidade.

Além das Irmandades e Ordens Terceiras, a guarda romana, a Verônica, as bandas de música, há também outros atores que participam da procissão e que ajudam a completar o cenário nessa data especial do calendário cristão e local. Eles são os personagens bíblicos que oferecem um marco colorido pleno de religiosidade. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 8 – Sexta Feira da Paixão: Descimento da Cruz e a Procissão do Enterro”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 6 – Quarta Santa: Ofício de Trevas

A estremecedora cerimônia do Ofício de Trevas inclui uma utilização simbólica da luz. As 15 velas do Tenebrário são apagadas uma a uma a medida que as leituras dos Salmos se sucedem. O templo fica na completa escuridão, só uma delas fica acesa. O sacerdote oficiante leva esta vela para trás do altar por uns instantes e regressa. A obscuridade nesse momento no templo é imensa, o silencio também.

De repente faz-se um barulho do bater dos pés dos devotos presentes no chão do templo, símbolo da perturbação desse eclipse solar na ocasião da morte de Cristo. Porém, a vela reaparece, sem ter perdido nada da sua luz; o barulho cessa, e todos rendem homenagem ao Vencedor da morte. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 6 – Quarta Santa: Ofício de Trevas”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 5 – Terça Santa: A procissão de Nossa Senhora da Solidade

Durante a terça-feira da Semana Santa realiza-se esta procissão, que relembra o caminho de volta percorrido por Nossa Senhora, do sepulcro, onde deixara o Filho sepultado, até sua casa. A Mãe de Deus caminha sozinha, sentindo no mais profundo do seu coração imaculado a espada de dor que lhe transpassava a alma.

Esta celebração relaciona-se por ocasião também da procissão conhecida como “Triunfo Eucarístico”, em que se procedeu o retorno da imagem do Santíssimo Sacramento da primitiva capela do Rosário, finalizadas as obras de reforma na Matriz do Pilar e remete aos tapetes devocionais que serão confeccionados durante a noite no próximo Sábado de Aleluia. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 5 – Terça Santa: A procissão de Nossa Senhora da Solidade”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 4 – Segunda Santa: A disputa entre a Matriz do Pilar e a Matriz do Antônio Dias

A rivalidade entre os antigos arraiais dos Jacubas o dos Mocotós persistiram mesmo despois que o processo de urbanização chegara a consolidar a união deles no Morro da Quitéria, atual Praça Tiradentes.

As irmandades do Santíssimo Sacramento, presente na Matriz do Pilar e na Matriz de Antônio Dias foram responsáveis pela promoção da festividade socialmente integradora do corpo de Deus (Corpus Christi) e a celebração da Semana Santa.

A rivalidade ficou plasmada desde os tempos da colônia, sendo determinada a alternância na condução dos cerimoniais: nos anos pares, a Paróquia de Nossa Senhora do Pilar fica encarregada de organizar as celebrações; nos anos ímpares, essa função fica a cargo da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, do Antônio Dias. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 4 – Segunda Santa: A disputa entre a Matriz do Pilar e a Matriz do Antônio Dias”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 2 – Sábado dos Passos: O Depósito de Nosso Senhor dos Passos

Ontem na Sexta-Feira das Dores aconteceu a procissão do Deposito de Nossa Senhora das Dores na Igreja Mercês de Cima. Hoje em Sábado dos Passos, acontece a procissão do Depósito de Nosso Senhor dos Passos na Igreja Mercês de Baixo. Assim, cada imagem sai de sua casa para visitar uma paróquia da matriz vizinha.

O Senhor dos Passos é uma manifestação religiosa católica comum a muitas cidades brasileiras e realizada anualmente na transição da Semana das Dores para a Semana Santa, antecedendo o grande momento que todos aguardam para o Domingo de Ramos: A procissão do Encontro onde Mai e Filho se reúnem em grande marco que acontece na Praça Tiradentes de Ouro Preto. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 2 – Sábado dos Passos: O Depósito de Nosso Senhor dos Passos”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 1 – Sexta-Feira das Dores: O Depósito de Nossa Senhora das Dores

Em Ouro Preto, o destaque dado ao drama da Paixão, morte e ressurreição de Cristo é acompanhado por uma ampla mobilização dos moradores para a representação desses eventos, encenações, cânticos e procissões.

A circunstancia de Ouro Preto ter duas Matrizes e de que em ambas duas existam imagens da Virgem de Nossa Senhora das Dores, uma das protagonistas principais da Semana Santa, pode prestar a confusão. A cada ano, porém, será apenas uma delas que será levada para fora da igreja, em procissão.

E noite de Sexta-Feira … a Sexta-Feira das Dores … o dia que o Depósito de Nossa Senhora das Dores na Igreja Mercês de Cima marca o inicio da Semana Santa Ouropretana. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 1 – Sexta-Feira das Dores: O Depósito de Nossa Senhora das Dores”

OURO PRETO (MG): Igreja de Nossa Senhora das Dores do Calvário no Arraial de Antônio Dias

A pequena capela no alto do morro já não é a construção original. A primeira obra no local datava do final do século XVIII e foi construída a pedido da Irmandade de Nossa Senhora das Dores e Calvário. A atual construção data de meados do século XIX. A igreja não se destaca pela arquitetura ou rico interior. Também não se conhece o autor do projeto.

A igreja celebra duas festas em honra de Nossa Senhora das Dores: a primeira na sexta feira da semana da paixão, anterior à Semana Santa, e a segunda no dia 15 de setembro. A primeira é celebrada na Igreja desde 1727, instituída pelo papa Bento VIII. A segunda foi determinada por Pio VIII em 18 de setembro de 1814, festeja o dia da padroeira.

Continue lendo “OURO PRETO (MG): Igreja de Nossa Senhora das Dores do Calvário no Arraial de Antônio Dias”

MUSEU de ARTE SACRA de OURO PRETO

Ouro Preto é a principal cidade do Ciclo do Ouro no Brasil e foi berço dos maiores artistas do estilo chamado Barroco Brasileiro. A cidade também foi cenário do movimento pela independência do Brasil em relação a Portugal, denominado de Inconfidência Mineira.

Por seu valor histórico e cultural, a cidade foi decretada Cidade Monumento Nacional em 1933, pelo então presidente Getúlio Vargas. Seu reconhecimento mundial se deu em 1980, quando a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) declarou a cidade Patrimônio Cultural da Humanidade.

Com planta atribuída ao arquiteto Pedro Gomes Chaves, a igreja Nossa Senhora do Pilar é erguida no decorrer do século XVII, e sua fachada atual é concluída em 1848. Hoje a Igreja abriga também o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto, que reúne imagens sacras, documentos e algumas das vestimentas usadas na celebração do Triunfo Eucarístico. Continue lendo “MUSEU de ARTE SACRA de OURO PRETO”

Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural

Terremotos e Incêndios são as principais ameaças que sofre o Patrimônio Histórico e Cultural da Colômbia. As forcas da natureza colocam em evidência a vulnerabilidade dos edifícios mais antigos provocando perdidas irreparáveis. Continue lendo “Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural”