FAENA ART CENTER – PARTE III: Museu? … Galeria de arte?… Centro cultural?

A pérola do Distrito da Arte de Alan Faena, no cais 3 de Puerto Madero, é o Centro de Arte de Faena que funciona como um centro de experimentação e exposição aberto às expressões artísticas de vanguarda em Buenos Aires. Foi concebido como um espaço de experimentação para promover o cruzamento de expressões disciplinares, combinando arte, tecnologia e design, com exposições temporárias.

O Arts Center está localizado na antiga sala de máquinas de um moinho de farinha, recuperado através de um projeto do estúdio McCormack Asociados. Continue lendo “FAENA ART CENTER – PARTE III: Museu? … Galeria de arte?… Centro cultural?”

FAENA ART CENTER – PARTE II: Uma Catedral em Puerto Madero

O que costumava ser a casa das máquinas do antigo Moinho foi recuperado preservando o seu carácter original, para servir de centro de experimentação e exposição que apoie as mais recentes e ousadas formas de criatividade.

A primeira exposição neste novo centro foi a mostra do artista brasileiro Ernesto Neto, onde ele apresentou uma escultura pingente intitulada “O Bicho suspenso na Paisagem”, feita de um enorme emaranhado de malha de crochê pendurado no teto da sala principal do centro cultural. Continue lendo “FAENA ART CENTER – PARTE II: Uma Catedral em Puerto Madero”

Igreja de São Juan Bautista de Betharram – Parte V: O Convento das irmãs Capuchinhas

Bairrro_Monserrat_Buenos_Aires_Argentina_Iglesia_Patrimonio_Cultural_Religioso_ San_Telmo_Historico_Clarisas_Capuchinas_Clarissas_Capuchinhas_Betharram_Assis_Bayoneses_Convento

Chegou a hora de falar sobre o Convento das Irmãs Capuchinhas, o Convento Nossa Senhora do Pilar, localizado junto á igreja San Juan Bautista no bairro de Monserrat.

Os únicos dois mosteiros de clausura que Buenos Aires possuía durante o período colonial foram: Nossa Senhora do Pilar, das Capuchinhas“descalzas”-Santa Catalina de Sena, das Freiras Dominicanas “calzadas”.

Um grupo de irmãs capuchinhas deixou Santiago do Chile em 1745 para se estabelecer o segundo convento de freiras da cidade de Buenos Aires. Depois de dois anos dolorosos de viagem por terra, elas chegaram em 174 7. As irmãs da congregação Capuchinhas viveram no claustro até 1982, agora chamadas Clarissas, mudaram-se para a cidade de Moreno (zona metropolitana de Buenos Aires).

Uma parte do convento, foi demolido. Onde atualmente se encontra o “Pátio da Reconquista”, cenário das batalhas sucedidas durante as invasões inglesas (1806 – 1807). Durante os confrontos bélicos o convento foi usado como hospital, para os feridos de ambos os lados. O pátio central era a área usada para atendê-los. A maioria dos soldados patriotas e ingleses falecidos em combate foram sepultados aqui.

O “Pátio da Reconquista” é uma bela praça arborizada, ligada a antigos pátios, cercada pelas paredes originais da igreja – com mais de dois metros de espessura. Nos fundos da igreja, lugar da antiga horta,  um importante hotel cinco estrelas foi construído, que a través do Pátio, o Convento e pela moderna torre do “Hotel Intercontinental”, o complexo turístico comunica-se nos fundos com os domínios da igreja. Continue lendo “Igreja de São Juan Bautista de Betharram – Parte V: O Convento das irmãs Capuchinhas”

Biblioteca Nacional – Parte II: A obra maestra de Clorindo Testa que demorou 30 anos em ser construída

A Biblioteca Nacional é uma obra emblemática da arquitetura moderna argentina. A obra teve início em 1971 e levou 30 anos para ser concluída. Neste post vamos conhecer detalhes da obra maestra do arquiteto Clorindo Testa, onde a sala de exposições, o auditório e a confeitaria funcionam como elementos escultóricos que estão pendurados na estrutura.

O edifício foi declarado Monumento Histórico Nacional em 2017. Continue lendo “Biblioteca Nacional – Parte II: A obra maestra de Clorindo Testa que demorou 30 anos em ser construída”

BAR NOTAVEL “QUINTINO”: Um intimo show de Tango no tradicional bairro de Boedo

O “Bar Quintino”, localizado na esquina da Rua Quintino Bocayuva e Rua Carlos Calvo é um dos Bares Notáveis da cidade de Buenos Aires, conhecido por seus shows de tango.

Belo e notável, o bar fica coração do tango do bairro Boedo. Os shows de tango são organizados nas noites de sexta-feira para cantantes amateurs, já nas noites de sábado há diversos cantores de tango de renome, que passam por diferentes épocas e intérpretes desta música local da do Rio da Prata. Continue lendo “BAR NOTAVEL “QUINTINO”: Um intimo show de Tango no tradicional bairro de Boedo”

BIBLIOTECA NACIONAL – Parte I: Como a residência presidencial “Quinta Unzué” virou biblioteca

A Biblioteca Nacional foi dirigida pelo escritor Jorge Luis Borges durante 18 anos e finalmente construída onde um dia foi a residência do presidente Juan Domingo Perón e de sua esposa Evita.

Depois do golpe militar de 1955 a residência foi demolida, no local foi projetada a Biblioteca Nacional, a obra que demoro 30 anos em concluir, tornou-se uma marca da arquitetura moderna argentina e um exemplo da variante do expressionismo do século 20 chamada “brutalismo”. Continue lendo “BIBLIOTECA NACIONAL – Parte I: Como a residência presidencial “Quinta Unzué” virou biblioteca”

BARES NOTABLES de Buenos Aires: San Telmo e Parque Lezama

Os Bares Notables estão localizados em uma movimentada esquina no bairro de San Telmo, na capital argentina.  Reconhecidos como uns dos cafés mais emblemáticos da cidade representam um ícone da boémia de Buenos Aires.

Na esquina da Defensa e Brasil, em frente ao Parque Lezama, fica o Bar Britânico. No canto oposto fica o Café El Hipopótamo. A poucos metros dali o Centro Cultural Torquato Tasso.

A área atrai turistas com suas lojas de antiguidades, o mercado e a feira dos dias domingo, com uma arquitetura em decadência gloriosa e ruas de paralelepípedos cheias de historia. Continue lendo “BARES NOTABLES de Buenos Aires: San Telmo e Parque Lezama”

Café Tortoni: O Bar Notable mais lindo da Av. de Mayo

Este bar não só pertence ao seleto grupo de “Bares Notáveis”, trata-se do bar mais antigo da cidade de Buenos Aires.

O Café Tortoni, o mais antigo e um dos emblemas da cidade de Buenos Aires, onde passaram presidentes, reis, escritores e artistas como Juan Domingo Perón, Marcelo Torcuato de Alvear, Carlos Gardel e Jorge Luis Borges, tem mais de 160 anos de histórica na Av. de Mayo.

Um grande salão com forros de madeira, pilastras neoclássicas, mesas de mármore, vitrais e lustres antigos adornando o teto dão vida a um dos endereços mais antigos e conhecidos da América Latina.  Continue lendo “Café Tortoni: O Bar Notable mais lindo da Av. de Mayo”

La Glorieta de Barrancas: A Milonga tradicional do bairro de Belgrano acontece em um parque

Em 1910, a Glorieta de Barrancas tinha o objetivo de acolher as orquestras e bandas de música que ofereciam seus shows ao ar livre. Hoje, tornou-se um ícone do tango.

Tradicionalmente, as Barrancas representam um importante centro de transbordo de passageiros e costumam ser epicentro de feiras e festivais a céu aberto. Durante as noites, é comum encontrar seguidores do tango de diversas idades reunidos para dançar em seu antigo coreto, a famosa: Glorieta de Belgrano. Continue lendo “La Glorieta de Barrancas: A Milonga tradicional do bairro de Belgrano acontece em um parque”

El Boliche de Roberto: Bar Notable no bairro de Almagro

Almagro é um bairro de boas opções, todas elas atendendo a proposta de fugir das tradicionais casas de Tango e vivenciar uma experiência verdadeira. O bar é um típico boteco portenho, onde se ouve tango ao vivo a la gorra (ou seja os músicos passam o chapéu), destacando que não se paga ingresso, e não é preciso fazer reserva previa. Entao, não espere jantar, bailarinos coreografados e o charme daqueles shows de Tango que oferecem jantar e traslado ao hotel.

Anteriormente denominado “12 de Octubre”, em referência à data de inauguração da Praça Almagro, que se situa nas suas proximidades, o local recebeu um diploma de reconhecimento do Museo de la Ciudad por ter conservado a estética do ambiente fundado em 1893, e foi declarado “Bar Notavel” com aquele antigo nome que tinha desde finais do século 19.

Lá rola uma espécie de “roda de Tango”. Primeiro cantam os mais jovens. Mas tarde  pela meia-noite, a coisa esquenta e chega a velha guarda que toma conta do pequeno palco.   Continue lendo “El Boliche de Roberto: Bar Notable no bairro de Almagro”