O MERCADO dos CARRUAGENS: O novo centro gastronômico frente a Puerto Madero

O Mercado dos Carruagens será um importante centro gastronômico localizado em um prédio histórico localizado na Av. Leandro N. Alem e Tres Sargentos, frente ao famoso Puerto Madero. O que no bairro de Retiro ficou conhecido como “Garagens Presidenciais” logo será transformado no Mercado de Carruagens, um espaço que promete se tornar um centro gourmet à altura de outras cidades cosmopolitas do mundo.

Quando parecia que o novo mercado abriria as portas entre março e abril deste ano, a pandemia obrigou as obras de remodelação a ficarem suspensas por algum tempo. O prédio está sob os cuidados da Prefeitura e a empresa investidora recebeu autorização para retomar a parte final da obra, obedecendo a todos os protocolos Covid-19. Espera-se em dezembro a sua inauguração. Continue lendo “O MERCADO dos CARRUAGENS: O novo centro gastronômico frente a Puerto Madero”

Basílica Menor do Santíssimo Sacramento – Parte I: A igreja mais luxuosa de Buenos Aires

Argentina_Retiro_Mercedes Castellano_Anchorena_Iglesia_Palacio_ patrimônio

A Basílica do Santísimo Sacramento é uma das igrejas mais bonitas de Buenos Aires. O templo luxuosamente decorado apresenta uma grande custódia de ouro e prata, vitrais importantes e ornamentos de mármore, granito azul, bronze e mosaico veneziano.

Mercedes Castellanos de Anchorena, uma das mulheres mais ricas de Argentina, destacaou-se pelas suas doações para a construção de inúmeras igrejas, asilos e conventos.

Esta igreja é considerada uma das mais luxuosas da cidade de Buenos Aires, escolhida para celebrar casamentos pela alta sociedade portenha. Continue lendo “Basílica Menor do Santíssimo Sacramento – Parte I: A igreja mais luxuosa de Buenos Aires”

Paróquia de Nossa Senhora de Balvanera – Parte I: O Santuário de San Expedito

Parroquia_Santuário_Once_Buenos_Aires_Argentina_Colegio_San José_Miserere_Betharran_Fusilier_Património Histórico_Virgen

Na esquina das ruas Bartolomé Mitre e Azcuénaga, o santuário original foi elevado à categoria de paroquia em 1 de abril de 1833. A igreja começou a funcionar em maio desse mesmo ano sendo a 12ª freguesia construída na cidade de Buenos Aires, a única fundada durante o governo de Juan Manuel de Rosas. Ao longo dos anos mereceu reformas e restauros, tornando-se num edifício de grande valor histórico e arquitetônico, pelo que constitui atualmente um importante Património Histórico da cidade.

O templo foi recentemente restaurado realçando a beleza de seu interior e cúpulas. Continue lendo “Paróquia de Nossa Senhora de Balvanera – Parte I: O Santuário de San Expedito”

Basílica Santa Rosa Lima – Parte II: O Interior do Templo

No bairro de Balvanera, a Basílica de Santa Rosa de Lima é uma das muitas jóias arquitetônicas da arte bizantina para conhecer e admirar na cidade de Buenos Aires.

A basílica de estilo românico-bizantino foi feita com base ao projeto do arquiteto Alejandro Christophersen. Enquanto a ornamentação,  o contraste entre o exterior pobre e o interior ricamente decorado é uma característica da arquitetura bizantina. Porem, a presença de outros estilos, tanto na fachada como no interior, enquadram esta obra dentro do movimento  “neo-românico eclético”.

Bora .. chegou a hora de conhecer o interior do templo. Continue lendo “Basílica Santa Rosa Lima – Parte II: O Interior do Templo”

IGREJA NOSSA SENHORA da MERCED – PARTE I: A chegada da Ordem dos Mercedarios a Buenos Aires

Virgen Merced_Mercedes_Virgem Mercês_Argentina_Patrimonio_ Batalla Tucumán_Nossa Senhora Mercês_San Nicolas_Convento_mercedários

Localizada na esquina das ruas Reconquista e Perón, na igreja de Nossa Senhora da Merced, outra esquina, virada para a Praça de Maio, típica das igrejas coloniais de Buenos Aires.

A principal diferença entre a primeira e a segunda fundação de Buenos Aires é que a primeira chegou de navio, vinda da Espanha, enquanto a segunda chegou por terra, do interior do continente, vinda de Cuzco e Chile.

A irmandade dos Mercedarios esteve presente em ambas. Os freires da primeira expedição acabaram indo para Asuncion, Paraguay. Na segunda fundação Juan de Garay se deu preferência aos franciscanos e dominicanos, para finalmente  os mercedários conseguir construir seu próprio templo e convento. No inicio de 1600 a vida era dura em Buenos Aires. Só tenha o Forte junto à Catedral como referência na atual Plaza de Maio. Tudo na volta era accessível apenas a través de caminhos em mal estado, aguaceiros e matadouros de gado. Morar em Buenos em aqueles tempos era tipo morar nos tempos medievais … o Vice-reinado do Rio da Plata só seria estabelecido em 1776.

Vamos conhecer neste post a história da chegada da Ordem dos Mercedarios em Buenos Aires.

Continue lendo “IGREJA NOSSA SENHORA da MERCED – PARTE I: A chegada da Ordem dos Mercedarios a Buenos Aires”

Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural

Terremotos e Incêndios são as principais ameaças que sofre o Patrimônio Histórico e Cultural da Colômbia. As forcas da natureza colocam em evidência a vulnerabilidade dos edifícios mais antigos provocando perdidas irreparáveis. Continue lendo “Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural”

Virgem de Caacupé – Parte II: A Virgem de origem Guarani em Paraguai e Argentina

Virgem de Caacupé_Tupâsy Ka'acupe_Assunção_Argentina_Patrimonio_santuário_Paraguai_Milagros_Parque Rivadavia_Caballito_União Sagrada dos Sagrados Corações_Imigrantes_mbayás_Tobatí_Iglesia_interior

Costuma-se dizer que Caacupé é a capital espiritual do Paraguai, porque possui o maior santuário do país pois a Virgem de Caacupé é a padroeira do Paraguai. Durante sua visita ao pais em 2015, o Papa Francisco elevou o Santuário da Virgen de Caacupé à categoria de Basílica Menor.

Em 1986 a Virgem chega a Argentina acompanhada como consequência da grande imigração paraguaia que vem acontecendo nas ultimas décadas, junto a outras nacionalidades latino-americanas como as procedentes de Bolívia, Peru e Venezuela. A Virgem chegou para se instalar no bairro de Caballito na antiga igreja fundada pelas freiras britânicas pertencentes à ordem francesa da União Sagrada dos Sagrados Corações, que construíram nos finais do século 19 junto ao Colégio da irmandade.

Em Paraguai, em 4 de novembro de 1980, a primitiva Igreja e Santuário de Tupao Tujá foi demolida para construir o novo Santuário da Virgem, hoje a Basílica Menor de Nossa Senhora de Caacupé. Para que a nova Basílica fosse construída, eles demoliram uma igreja do século 18.

Em 1937 o governo argentino desaproprio das freiras o Colegio e Igreja com o intuito de estabelecer lá o novo Palácio Municipal de Buenos Aires, fato que nunca chegou a se concretizar. A igreja infelizmente foi transformada em depósito, separada do prédio da escola, a capela ficou inativa e abandonada ao seu destino por mais de 40 anos.

Neste post vamos conhecer os templos da Virgem de Caacupé em  Paraguai e Argentina e descobrir como é que aconteceu esses sucessos tão infelizes para Patrimônio Histórico de amos os dois países. Continue lendo “Virgem de Caacupé – Parte II: A Virgem de origem Guarani em Paraguai e Argentina”

CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto

Manoel Teixeira de Souza_Barão de Camargos_viscondessa de Camargos_Praça Tiradentes_Minas Gerais_Estada Real_Unesco_Patrimônio_Museu_Maria Leonor Felícia da Rosa_Brasil

A Casa da Baronesa está localizada na Praça Tiradentes, no centro da cidade.  A casa foi a residência de uma das mais ilustres famílias que se instalaram em Vila Rica: a família de Manoel Teixeira de Souza (Barão de Camargos) e Maria Leonor Felícia da Rosa (Viscondessa de Camargos).

Foi doada à união em 1941. Atualmente é sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Ouro Preto. Continue lendo “CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto”

Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade

O Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), autarquia do Ministério da Cultura, em especial por meio do Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI), é a instituição de referência para a atuação relativa ao Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil (PCI) no Brasil.

Durante 15 anos, o Iphan tem registrado patrimônios imateriais brasileiros. Englobam bens de natureza imaterial, incluídos aí os modos de criar, fazer e viver dos grupos formadores da sociedade brasileira.

Dos 47 bens culturais imateriais brasileiros reconhecidos pelo IPHAN, 5 foram inscritos pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

  • Samba de Roda do Recôncavo Baiano
  • Arte Kusiwa – pintura corporal e arte gráfica Wajãpi
  • Frevo
  • Círio de Nazaré
  • Roda de Capoeira

Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade”

Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte III: Chegou a hora de entrar no Templo e conhecer os detalhes do interior

Na Parte I falamos da historia do templo e sua fachada, junto a historia da Ordem dos Pregadores Dominicanos em América  e sua chegada a Buenos Aires para fundar a Basílica do Rosário e Convento Santo Domingo.

Na Parte II narrei a historia que une Virgem do Rosário com o título de Patrona da Reconquista e Defesa de Buenos Aires durante as Invasões Inglesas, cujas bandeiras conquistadas ao inimigo são exibidas nesta igreja.

Por fim chegou a hora de entrar no templo e apreciar a maravilhosas talhas em mármore nas colunas, confessionários e no Altar mor.  e dos increivel quadros venezianos que representam os 15  Misterios do Rosario. Desta vez, depois de navegar pelo interior do templo vamos falar sobre o culto e devoção da Virgem do Rosário em diferentes pontos de América Latina.

Também vamos falar do infeliz incêndio do antigo retábulo, uma historia que entristece a todos os amantes do patrimônio histórico da cidade de Buenos Aires.

Continue lendo “Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte III: Chegou a hora de entrar no Templo e conhecer os detalhes do interior”