ROOFTOP SELINA PALERMO: O ambiente cool de um terraço encantador no bairro Palermo Soho

O hotel mais badalado de Palermo, conhecido por representar o setor jovem viajante e freelancer a nível internacional, chegou em 2018 ao bairro de Palermo com uma cobertura imbatível que exala vibe: um ambiente descontraído e descolado, com DJs ao vivo, movimento todos os dias de o ano.

A rede de hotéis Selina está presente em toda a América do Sul e em todo o mundo, onde oferecem suítes para todos os tipos de viajantes, mas não são muitos os lugares que oferecem um bar com terraço com um pôr do sol espetacular como o excelente Selina Palermo em Buenos Aires. Continue lendo “ROOFTOP SELINA PALERMO: O ambiente cool de um terraço encantador no bairro Palermo Soho”

MUSEU INHOTIM – PARTE I: Arte Contemporâneo convida à preservação e a sustentabilidade do meio ambiente

O Instituto Inhotim, parte de um processo de colecionismo privado adquirindo atualmente contornos de museu, de jardim botânico, de escola não-formal, de centro cultural, a partir de campos especializados, tais como a arte, a botânica e meio ambiente, a educação, o paisagismo que se interligam e acabam evidenciando um conceito museológico original, ligado à preservação e sustentabilidade do meio ambiente. Continue lendo “MUSEU INHOTIM – PARTE I: Arte Contemporâneo convida à preservação e a sustentabilidade do meio ambiente”

Planetário Galileo Galilei – Parte II: O disco voador que possuo no Bosques de Palermo

Argentina_Parque 3 Febrero_Palermo_Bosque_cúpula_Patrimônio_El Rosedal_ Full Dome_realidade virtual_Astronomia_RGB Lighting_Led

O Parque 3 de Febrero é o maior pulmão verde de Buenos Aires. Suas florestas, lagos, praças e passeios se estendem por 370 hectares do bairro de Palermo.

Uma das milongas mais importantes (salas para dançar tango) da história do  tango  foi o “Lo de Hansen”, que era o local mais popular da cidade entre 1895 e 1910 e demolido em 1912 por ordem do prefeito Anchorena, para realizar uma ampliação dos acessos ao velódromo. Estava localizado na esquina da Avenida Figueroa Alcorta e Sarmiento, onde hoje fica o  Planetário.

As obras do Planetário Galileo Galilei começaram, sob a direção do arquiteto argentino Enrique Jan em 1962. A abertura definitiva para o público em geral foi realizada em 5 de abril de 1968. Continue lendo “Planetário Galileo Galilei – Parte II: O disco voador que possuo no Bosques de Palermo”