SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 3 – Domingo de Ramos: Procissão do Encontro

A procissão do Encontro acontece no Domingo de Ramos, como figuras centrais Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, representados em imagens barrocas centenárias. Este é um dos momentos mas esperados da Semana Santa de Ouro Preto.

Cada uma das imagens foi depositada nas igrejas de Mercês de Baixo e na Mercês de Cima esperando o ansiado momento do Encontro na Praça Tiradentes. Os cortejos, os membros das irmandades, as guardas romanas, a Veronica, são outros dos personagens que acompanham o ritual junto aos turistas que visitam Ouro Preto para participar das celebrações de Semana Santa na primeira cidade em ser declarada Patrimônio da Humanidade do Brasil. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 3 – Domingo de Ramos: Procissão do Encontro”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 2 – Sábado dos Passos: O Depósito de Nosso Senhor dos Passos

Ontem na Sexta-Feira das Dores aconteceu a procissão do Deposito de Nossa Senhora das Dores na Igreja Mercês de Cima. Hoje em Sábado dos Passos, acontece a procissão do Depósito de Nosso Senhor dos Passos na Igreja Mercês de Baixo. Assim, cada imagem sai de sua casa para visitar uma paróquia da matriz vizinha.

O Senhor dos Passos é uma manifestação religiosa católica comum a muitas cidades brasileiras e realizada anualmente na transição da Semana das Dores para a Semana Santa, antecedendo o grande momento que todos aguardam para o Domingo de Ramos: A procissão do Encontro onde Mai e Filho se reúnem em grande marco que acontece na Praça Tiradentes de Ouro Preto. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 2 – Sábado dos Passos: O Depósito de Nosso Senhor dos Passos”

Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte II

UNESCO_Inmaterial_CULTURAL_Musica_Teatro_ritos_comunidade_Carnaval_Festa_Cultura_Humanidade_tradição_dança _tambor_Palenque

A Unesco define como patrimônio imaterial “as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas – com os instrumentos, objetos, artefatos e lugares culturais que lhes são associados – que as comunidades, os grupos e, em alguns casos os indivíduos, reconhecem como parte integrante de seu patrimônio cultural”. Esta definição está de acordo com a Convenção da Unesco para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, ratificada pelo Brasil em março de 2006 e ratificada por Colômbia em 19 de março de 2008.

O Carnaval Preto e Branco de Pasto comemora o Dia dos Negros e e o Dia dos Brancos, onde ocorre o Grande Desfile, no qual milhares de pessoas admiram o trabalho duro dos artistas de murgas , comparsas, coletivos coreográficos e as imponentes carrozas que com seus desenhos, recriam mitos e lendas da região. Enquanto no Carnaval de Riosucio o “Diabo do Carnaval” é a figura central da festa.

Em Popayán as procissões da Semana Santa acontece nas ruas onde os santos desfilam acompanhados por fileiras de fiéis que se vestem com hábitos religiosos e carregam velas e são adornados com ricos arranjos florais. Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte II”