SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 7 – Quinta Feira Santa: Cerimônia do Lava-Pés e a Procissão do Fogaréu

A Quinta-Feira Santa lembra a última ceia de Jesus com os doze apóstolos e revive a Cerimônia do Lava-Pés, na qual Jesus lava os pês de sues fies seguidores em demonstração de humildade e purificação divina. A encenação é realizada no adro da Igreja São Francisco de Assis (nos anos impares) e no adro da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (nos anos pares), onde um imponente palco esta sendo montado para a celebração do dia seguinte, a mais importante da Semana Sena Santa: Sexta-feira da Paixão.

Um importante resgate na tradição da Semana Santa em Ouro Preto é a Procissão do Fogaréu, que foi novamente incluída nos ritos em 2019, após cerca de um século sem ser realizada na cidade. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 7 – Quinta Feira Santa: Cerimônia do Lava-Pés e a Procissão do Fogaréu”

TIRADENTES (MG): Capela do Bom Jesus da Pobreza – Parte II: O Natal Iluminado de Tiradentes

A Capela do Bom Jesus da Pobreza é Patrimônio Histórico Nacional tombado pelo IPHAN. Pouco se conhece sobre a construção capela do Bom Jesus da Pobreza além do fato de ter sido aberta ao culto em 1786.

A igreja tem fachada simples, em estilo barroco-rococó, e o interior marcado pela imagem de um Jesus Cristo agonizante em meio a um altar de madeira com pinturas florais coloridas. Ela já sofreu várias intervenções desde a construção, incluindo uma grande reforma nos anos 50.

Neste post vamos conhecer o seu interior e o belíssimo “Natal Iluminado” com projeções na fachada que recriam o espirito natalino na cidade histórica de Tiradentes.

Continue lendo “TIRADENTES (MG): Capela do Bom Jesus da Pobreza – Parte II: O Natal Iluminado de Tiradentes”

TIRADENTES (MG): Capela do Bom Jesus da Pobreza – Parte I: Marcada pela sua simplicidade a construção data da segunda metade do século XVIII

A Capela do Bom Jesus da Pobreza, ou Bom Jesus Agonizante, com aparência modesta em relação ao conjunto arquitetônico da cidade marca o Largo das Forras. Está entre bares e restaurantes e dá certo ar colonial à Praça. A história da igreja é bastante incerta, devido à falta de documentos sobre a construção. Acredita-se que ela date da segunda metade do século XVIII, construída no período entre 1771 e 1786. A igreja tem estilo barroco-rococó, e o interior é marcado pela imagem de um Jesus Cristo agonizante em meio a um altar de madeira com pinturas florais coloridas. Continue lendo “TIRADENTES (MG): Capela do Bom Jesus da Pobreza – Parte I: Marcada pela sua simplicidade a construção data da segunda metade do século XVIII”

CONCHA NEGRA: A bactéria que esta destruindo as muralhas de Cartagena

As muralhas de Cartagena, Monumento Nacional na Colômbia, está sendo comido silenciosamente por uma bactéria que vive nas pedras de coral e, de acordo com especialistas, o fase está em estado de degradação, grau II.

Aqueles muros inexpugnáveis ​​de Cartagena que protegiam a cidade de piratas e corsários e que atraem milhares de turistas por ano parecem sucumbir aos efeitos da bactéria chamada Concha Negra. De acordo com o estudo da Universidade de Cartagena, o micróbio alojado no material com que foram construídas as paredes da Cidade Histórica devorou ​​a infraestrutura, fraturando-a internamente, por isso é urgente controlar o avanço do germe. Continue lendo “CONCHA NEGRA: A bactéria que esta destruindo as muralhas de Cartagena”

Teatro Municipal de Ouro Preto – Parte II: Restauração da Casa da Ópera

Barroco_Casa da Ópera_Patrimônio Cultural _Humanidade_Unesco_Restauração_Estrada Real_Minas Gerais_Brasil

Em estilo barroco, possui três andares laterais, camarote central e plateia em forma de Lira para 300 lugares no total. É um dos mais belos do Brasil e ainda é palco de muitas apresentações artísticas e culturais em Ouro Preto.

Em 2015 uma das joias mais refinadas da arquitetura colonial mineira voltou a brilhar aos olhos do público e recuperou a função de palco barroco das artes cênicas. Fechado quase dois anos, após interdição pelos bombeiros, a Casa da Ópera de Ouro Preto, tem novamente programação regular e “segurança” para atores, plateia e funcionários, conforme garantem as autoridades locais. Continue lendo “Teatro Municipal de Ouro Preto – Parte II: Restauração da Casa da Ópera”

PROJETO AQUARELA: Cartagena corre risco de perder sua nomeação a Patrimônio Histórico da Humanidade

Esta construção semiconstruída, que em seu projeto inicial seria de cinco torres, preocupa o governo colombiano, pois pode significar a perda do status de Patrimônio da Humanidade para a área histórica de Cartagena. Continue lendo “PROJETO AQUARELA: Cartagena corre risco de perder sua nomeação a Patrimônio Histórico da Humanidade”

Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural

Terremotos e Incêndios são as principais ameaças que sofre o Patrimônio Histórico e Cultural da Colômbia. As forcas da natureza colocam em evidência a vulnerabilidade dos edifícios mais antigos provocando perdidas irreparáveis. Continue lendo “Patrimônio Histórico da Colômbia: História de eventos que afetaram seu patrimônio cultural”

Teatro Municipal de Ouro Preto – Parte I: A Casa da Ópera

Barroco_Casa da Ópera_Patrimônio Cultural _Humanidade_Unesco_Restauração_Estrada Real_Minas Gerais_Brasil

A Casa da Ópera de Vila Rica, é o Teatro Municipal de Ouro Preto, que ostenta, segundo a tradição, o título de mais antiga casa de espetáculos em funcionamento da América do Sul e entrou até para o Guinness Book devido a essa condição.

Preserva a construção original, que demorou de 1745 a 1770 para ficar pronta. A simples fachada externa esconde o interior que remete aos tempos glamorosos do império, quando Ouro Preto era chamada de Vila Rica e o Brasil ainda era colônia de Portugal.

A casa de espetáculo traz também no seu histórico o fato de ter sido o primeiro teatro onde mulheres pisaram em um palco no Brasil. Continue lendo “Teatro Municipal de Ouro Preto – Parte I: A Casa da Ópera”

TIRADENTES (MG): Igreja de São João Evangelista – Parte II: O interior do Templo

Iglesia_Museu_TOLEDO_MINAIS_GERAIS_Patrimônio_arquitetura_Estrada_Real_

Esta igreja pertencia à Irmandade dos Homens Pardos, A capela abriga as irmandades do santo padroeiro São João Evangelista, de São Francisco de Assis e de Nossa Senhora das Dores.

O conjunto de imaginária é constituído por excelente escultura, com policromia ao gosto rococó, certamente de um mesmo santeiro, devendo datar de fins do século XVIII ou início do XIX.

Em junho de 2016, foi realizada a entrega da obra de restauração artística e arquitetônica da Igreja de São João Evangelista, na cidade histórica mineira de Tiradentes, acompanhada de Missa de Ação de Graças promovida pelo Instituto Histórico e Geográfico de Tiradentes. Continue lendo “TIRADENTES (MG): Igreja de São João Evangelista – Parte II: O interior do Templo”

Cartagena corre o risco de ser expulsa da lista de Patrimônio da Humanidade da UNESCO

A cidade de Cartagena das Índias, na Colômbia, corre o risco de ser expulsa da lista de patrimônio histórico e cultural da humanidade da UNESCO devido a construção do polêmico projeto habitacional de 4 torres Aquarela, que mudaria para sempre a paisagem tombada do entorno do centro histórico e da fortaleza de San Felipe.

A cidade tem até dezembro de 2020 para apresentar uma solução para o caso. Ou poderá perder o título de Patrimônio da Humanidade, que ostenta desde 1984. Continue lendo “Cartagena corre o risco de ser expulsa da lista de Patrimônio da Humanidade da UNESCO”