Basílica de San José de Flores – Parte III: Imaginaria do templo do único São José coroado em America do Sul

A igreja de São José de Flores, foi elevada a Basílica em 20 de janeiro de 1912, pelo Papa Pio X. A velha imagem de São José que se encontra no camarim (capela lateral) é uma das poucas pecas que sobraram do antigo templo.

Outra data marcante desta igreja foi em oportunidade da coroação da imagem de São José que está no Altar-Mor, que aconteceu em 28 de outubro de 1956. É a única imagem de San José coroada pelo Decreto Vacano na América do Sul. Na América são duas, a de Flores e a outra em Montreal, Canadá. Continue lendo “Basílica de San José de Flores – Parte III: Imaginaria do templo do único São José coroado em America do Sul”

MERCADOS de BUENOS AIRES: O Mercado del Progreso no bairro de Caballito, mais de 130 de história

O Mercado del Progreso é um mercado gastronômico histórico localizado no coração do bairro de Caballito. É um dos poucos mercados sobreviventes em Buenos Aires que mantém sua função desde suas origens, há mais de 130 anos. Está localizado no cruzamento da Avenida Rivadavia com a Del Barco Centenera, em frente à Praça de Primera Junta e a uma quadra da estação de trem Caballito da linha Sarmiento.

Foi inaugurado em novembro de 1889, no seu início foi povoado por imigrantes, e abastecia principalmente os bairros de Almagro, Caballito e Flores. Em 2001, foi declarado local de interesse cultural pelo Governo da Cidade de Buenos Aires. Continue lendo “MERCADOS de BUENOS AIRES: O Mercado del Progreso no bairro de Caballito, mais de 130 de história”

IGREJA de SAN CRISTOBAL – PARTE I: A grande imigração europeia e a criação de novos bairros na cidade de Buenos Aires

Historicamente o bairro de San Cristóbal caracterizou-se por ser um local onde muitas famílias tradicionais da sociedade portenha tinham suas fazendas. Havia também grandes terras para o cultivo de vegetais e alfafa, algumas delas com extensas hortas.

A chegada massiva de imigrantes ampliou os antigos limites da colônia, transformando a região metropolitana em residência das classes trabalhadoras. Por sua vez, a expansão dos meios de transporte, como ferrovias e tranvias, permitiu que as classes trabalhadoras acessassem os subúrbios e ali adquirissem terrenos ou casas a preços mais baratos do que no centro da cidade.

O bairro surgiu a partir da construção da Igreja de San Cristóbal e do Mercado de San Cristóbal, sendo este o primeiro mercado da cidade de Buenos Aires, ainda hoje em funcionamento. Continue lendo “IGREJA de SAN CRISTOBAL – PARTE I: A grande imigração europeia e a criação de novos bairros na cidade de Buenos Aires”

BASÍLICA de SAN JOSÉ de FLORES – PARTE II: O novo e definitivo templo construído no bairro de Flores

Em 4 de maio de 1879, a pedra fundamental do novo templo foi lançada. O risco esteve a cargo dos arquitetos italianos Benito Panunzi e Emilio Lombardo. A construção foi executada pelos arquitetos Andrés Simonazzi e Tomás Allegrini.

Em 18 de fevereiro de 1883, após 3 anos e 9 meses, foi inaugurada a atual Igreja de San José de Flores. A rápida conclusão da obra foi produto da eficiente ação da comissão encarregada de arrecadar fundos, composta por membros de famílias mais abastadas do bairro de Flores. Continue lendo “BASÍLICA de SAN JOSÉ de FLORES – PARTE II: O novo e definitivo templo construído no bairro de Flores”

Basílica de San José de Flores – Parte I: O antigo Templo de Flores

A primitiva capela e a praça foram o núcleo em torno do qual começou a crescer o bairro de Flores. A igreja de Flores contou com um antigo templo inaugurado em 1831, mas infelizmente ele se deteriora progressivamente apesar das constantes reparações. A construção da atual igreja começou em 1879 e foi inaugurada em 18 de fevereiro de 1883. Continue lendo “Basílica de San José de Flores – Parte I: O antigo Templo de Flores”

Tango Show: Café de los Angelitos

Notaveis_Argentina_Tango_Show_Milonga_Turismo_Balvanera_Carlos Gardel_Lavado dinero

O Café de los Angelitos é um café histórico de tango na cidade de Buenos Aires, localizado na esquina da Avenida Rivadavia e Rincón, no bairro de Balvanera. Foi o local onde Carlos Gardel estabeleceu a turma dele a partir de 1912, quando iniciou sua carreira artística formando uma dupla com José Razzano. Este último, em 1944, compôs um famoso tango com letras de Cátulo Castillo, intitulado precisamente “Café de los Angelitos”.

Carlos Gardel morava na rua Rincón 100, que costumava comer puchero ou tomar uma bebida. Ele estava tão acostumado com o local que assinou aqui junto a José Razzano seu primeiro contrato de gravação com a Odeón. Continue lendo “Tango Show: Café de los Angelitos”