BAR NOTAVEL “LOS 36 BILLARES”: Um dos bares mais tradicionais da Avenida de Mayo

Inaugurado em 1894 “Los 36 Billares” é um dos bares mais tradicionais de Buenos Aires e um dos centros mais importantes para jogar sinuca. Foi inaugurada logo após o término da inauguração da Avenida de Mayo, ponto de encontro obrigatório de personagens da cultura e da arte das primeiras décadas do século XX. Os arquitetos Colmegna e Tiphaine foram os autores da obra que respondeu ao gosto requintado do final do século com a forte influência da comunidade hispânica.

Hoje o clássico e lendário bar “Los 36 Billares” na Avenida de Mayo é visitado por muitos curiosos por ser um dos pontos turísticos mais importantes da Cidade de Buenos Aires. Continue lendo “BAR NOTAVEL “LOS 36 BILLARES”: Um dos bares mais tradicionais da Avenida de Mayo”

BAR NOTAVEL “QUINTINO”: Um intimo show de Tango no tradicional bairro de Boedo

O “Bar Quintino”, localizado na esquina da Rua Quintino Bocayuva e Rua Carlos Calvo é um dos Bares Notáveis da cidade de Buenos Aires, conhecido por seus shows de tango.

Belo e notável, o bar fica coração do tango do bairro Boedo. Os shows de tango são organizados nas noites de sexta-feira para cantantes amateurs, já nas noites de sábado há diversos cantores de tango de renome, que passam por diferentes épocas e intérpretes desta música local da do Rio da Prata. Continue lendo “BAR NOTAVEL “QUINTINO”: Um intimo show de Tango no tradicional bairro de Boedo”

MILONGA FLOREAL: Os clubes de bairro que procuram resgatar o espírito das antigas Milongas

Floreal Milonga e a Milonga del Morán são eventos que se apresentam em clubes de bairro e que procuram resgatar o espírito das antigas Milongas (danças) de bairro. Ambas as milongas são organizadas por Lucila Bardach e Marcelo Lavergata, professores de tango, e Mariano Romero, que também é DJ das milongas.

Floreal Milonga está localizado na rua Cesar Díaz 2453, no bairro Villa General Mitre, e o segundo está localizado na rua Pedro Morán 2446, no bairro Agronomía. Continue lendo “MILONGA FLOREAL: Os clubes de bairro que procuram resgatar o espírito das antigas Milongas”

Club SUNDERLAND: “La Milonga del Mundo”, insolitamente acontece numa quadra de basquete

Por volta de 1920, a chegada da empresa Grafa ao bairro de Villa Urquiza (fabricante de tecidos), deu um forte impulso ao bairro. A fábrica tinha 5.800 trabalhadores.

Hoje Villa Urquiza é um bairro de Buenos Aires localizado a noroeste da cidade. Fica em uma grande parte residencial, as ruas são ladeadas por grandes árvores antigas e tem uma sensação distintamente relaxada em comparação com a agitação do centro da cidade, e isso se reflete também em suas milongas. Existem vários salões de tango tradicionais, incluindo o Sin Rumbo e o Club Sunderland.

O Sunderland Club vem adquirindo grande fama internacional, já que é reconhecida e divulgada como “A milonga do mundo”. A particularidade que a distingue de tantas outras milongas é que acontece em uma quadra de basquete acondicionada ao ritmo de 2×4. Continue lendo “Club SUNDERLAND: “La Milonga del Mundo”, insolitamente acontece numa quadra de basquete”

MILONGA do MORÁN: A Festa Popular do Tango que acontece num afastado clube de bairro

A Milonga del Morán funciona desde 2009 no Clube Social e Desportivo Morán (Pedro Morán 2446), na sede de um clube com mais de oito décadas de história e por onde já passaram as orquestras mais famosas de Buenos Aires.

Esta é uma milonga fora do circuitão, mas merece ser visitada. Acontece no terceiro sábado de cada mês e sempre há apresentações de renomados bailarinos e orquestras ao vivo. Embora “La Milonga del Moran” seja organizada apenas uma vez por mês, ela tem seu público e seus seguidores incondicionais. Em um tradicional clube do bairro Agronomía e com uma organização destacada, o Clube Morán milonga vem conquistando adeptos e aproximando as pessoas do gênero musical que torna a Argentina famosa no mundo. Continue lendo “MILONGA do MORÁN: A Festa Popular do Tango que acontece num afastado clube de bairro”

MILONGA “LA VIRUTA”: Há 25 anos, a Milonga de Palermo que nasceu num porão

No porão do Centro Cultural Armênio, La Viruta é um bom lugar para conhecer a tradição do Tango Argentino. Trata-se de uma das milongas mais animadas de Buenos Aires, onde o público mais jovem se junta com os mais experientes para dançar. Um ambiente bem descontraído e com um grande salão. Está localizado na Calle Armenia, 1366, no bairro Palermo Soho.

Aulas de tango de vários níveis são realizadas todas as noites, exceto segundas e terças-feiras. De quarta a domingo há uma milonga (festa dançante) que começa por volta da meia-noite e vai até altas horas da madrugada. Continue lendo “MILONGA “LA VIRUTA”: Há 25 anos, a Milonga de Palermo que nasceu num porão”

CLUB SIN RUMBO: “A Catedral do Tango”; a milonga mais antiga do mundo

Na Rua José Pascual Tamborini 6157, a poucos metros da Avenida Constituinte, foi fundado o Club Sin Rumbo há 100 anos, conhecido no final dos anos 60 como “A Catedral do Tango”.

Segundo os milongueiros mais antigos, nos bairros do noroeste da cidade – área que engloba os bairros de Villa Urquiza, Saavedra, Villa Ortúzar, Villa Pueyrredón, Agronomía, Villa Devoto e Paternal – funcionaram durante as décadas de 40 e 50 muitos clubes sociais e esportivos nos quais milongas (danças) de tango eram organizadas periodicamente.

Actualmente nesta zona existem alguns clubes de bairro que continuam a organizar bailes de tango, entre os quais se destacam aqueles localizados no bairro de Villa Urquiza: o Clube Social e Esportivo Sin Rumbo, e o Sunderland Club. Continue lendo “CLUB SIN RUMBO: “A Catedral do Tango”; a milonga mais antiga do mundo”

La Glorieta de Barrancas: A Milonga tradicional do bairro de Belgrano acontece em um parque

Em 1910, a Glorieta de Barrancas tinha o objetivo de acolher as orquestras e bandas de música que ofereciam seus shows ao ar livre. Hoje, tornou-se um ícone do tango.

Tradicionalmente, as Barrancas representam um importante centro de transbordo de passageiros e costumam ser epicentro de feiras e festivais a céu aberto. Durante as noites, é comum encontrar seguidores do tango de diversas idades reunidos para dançar em seu antigo coreto, a famosa: Glorieta de Belgrano. Continue lendo “La Glorieta de Barrancas: A Milonga tradicional do bairro de Belgrano acontece em um parque”

El Boliche de Roberto: Bar Notable no bairro de Almagro

Almagro é um bairro de boas opções, todas elas atendendo a proposta de fugir das tradicionais casas de Tango e vivenciar uma experiência verdadeira. O bar é um típico boteco portenho, onde se ouve tango ao vivo a la gorra (ou seja os músicos passam o chapéu), destacando que não se paga ingresso, e não é preciso fazer reserva previa. Entao, não espere jantar, bailarinos coreografados e o charme daqueles shows de Tango que oferecem jantar e traslado ao hotel.

Anteriormente denominado “12 de Octubre”, em referência à data de inauguração da Praça Almagro, que se situa nas suas proximidades, o local recebeu um diploma de reconhecimento do Museo de la Ciudad por ter conservado a estética do ambiente fundado em 1893, e foi declarado “Bar Notavel” com aquele antigo nome que tinha desde finais do século 19.

Lá rola uma espécie de “roda de Tango”. Primeiro cantam os mais jovens. Mas tarde  pela meia-noite, a coisa esquenta e chega a velha guarda que toma conta do pequeno palco.   Continue lendo “El Boliche de Roberto: Bar Notable no bairro de Almagro”

Milonga “La Catedral”, a essência do Tango no bairro de Almagro

É quase um sacrilégio ir a Buenos Aires e não conhecer, ao menos, uma milonga para dançar ou, simplesmente, apreciar os dançarinos.
Se você já assistiu Show de Tango e não quer repetir o passeio e gostaria de ver Tango de outra maneira, o La Catedral é a solução para passar uma noite superdivertida dançando tango em Buenos Aires.

La Catedral  existe há 20 anos e sua casa é Patrimônio Cultural Artístico e Turístico do bairro de Almagro. É um espaço autêntico desde a decoração, com obras de artistas plásticos até a comida 100% vegetariana. Continue lendo “Milonga “La Catedral”, a essência do Tango no bairro de Almagro”