FAENA ART CENTER – PARTE II: Uma Catedral em Puerto Madero

O que costumava ser a casa das máquinas do antigo Moinho foi recuperado preservando o seu carácter original, para servir de centro de experimentação e exposição que apoie as mais recentes e ousadas formas de criatividade.

A primeira exposição neste novo centro foi a mostra do artista brasileiro Ernesto Neto, onde ele apresentou uma escultura pingente intitulada “O Bicho suspenso na Paisagem”, feita de um enorme emaranhado de malha de crochê pendurado no teto da sala principal do centro cultural. Continue lendo “FAENA ART CENTER – PARTE II: Uma Catedral em Puerto Madero”

FERNÁNDEZ BLANCO MUSEUM – PARTE III: A impressionante coleção de violinos antigos

Dentro do maravilhoso acervo o Museu a grande novidade é a recém inaugurada Sala de Instrumentos Notables. Esta sala dedicada à coleção de instrumentos musicais de Fernández Blanco reúne um importante número de peças de enorme valor artístico e histórico.

Para este colecionador, a música em geral e a coleção de instrumentos musicais em particular eram a sua obsessão mais profunda e o seu maior orgulho. Hoje, a maravilhosa coleção de Instrumentos Musicais do MIFB será um verdadeiro orgulho, não só para a Cidade de Buenos Aires, mas também para o resto da República Argentina. Continue lendo “FERNÁNDEZ BLANCO MUSEUM – PARTE III: A impressionante coleção de violinos antigos”

MUSEU INHOTIM – PARTE IV: A controvertida vida de Bernardo de Mello Paz, o fundador do Museu Inhotim

O Museu Inhotim é considerado um dos maiores museus de Arte Contemporânea a céu aberto do mundo, inserido num majestoso jardim botânico que apresenta uma das maiores coleções de palmeiras da América do Sul. Inaugurado em 2006, o Inhotim hoje é conhecido internacionalmente pelas obras de Arte Contemporânea, que estão em completa harmonia com a natureza e dialogando com o meio ambiente.

Neste post vamos conhecer alguns detalhes da controvertida vida do fundador: Bernardo de Mello Paz. Continue lendo “MUSEU INHOTIM – PARTE IV: A controvertida vida de Bernardo de Mello Paz, o fundador do Museu Inhotim”

MUSEU FERNÁNDEZ BLANCO – PARTE II: A residência particular de Fernández Blanco voltou a funcionar como Casa-Museu em 2012

O Museu Fernández Blanco possui duas unidades.

  • O Palacio Noel do bairro Retiro é dedicado à arte colonial.
  • A Casa Fernández Blanco, no bairro do Congreso, representa a arte e ao design do século XIX e início do século XX

Em 1943 o Museu de Arte Isaac Fernández Blanco Hispano Americano foi criado a partir da união de seu acervo com o acervo pessoal de Martin Noel, cuja bela residência colonial no bairro do Retiro, seria o destino final de ambas as coleções.

Destinado a funções administrativas há muitos anos, felizmente em 2012 esta casa foi resgatada e recuperou a sua função original de museu. Foi recuperado e adaptado para ser a segunda Sede do Museu do MIFB – Casa Fernández Blanco, passando mais uma vez a fazer parte do museu e exibindo belas coleções de artes aplicadas. Continue lendo “MUSEU FERNÁNDEZ BLANCO – PARTE II: A residência particular de Fernández Blanco voltou a funcionar como Casa-Museu em 2012”

MUSEU INHOTIM – PARTE III: As origens da Fazenda Ihotim

A mineração em América latina tem antecedentes desde a época da colônia com a exploração de ouro e diamante, sempre relacionada ao outorgamento de terras suspeitas e vantajosas para personalidades e empresas estrangeiras. Uma vez acabado os ciclos do ouro e diamante a exploração fez foco em outros minerais como o ferro e cobre.  Por sua vez, a Fazenda Ihotim é o caso de outras tantas vazias esgotadas que viraram interesse de uma nova modalidade comercial relacionada ao mercado imobiliário.

Laura Amaral Faria traz na sua tese uma visão histórica de esse fato no Brasil, detalhando os entulhos entorno à exploração do Quadrilátero Ferrífero Mineiro e a participação de Bernardo de Mello Paz, o fundador do Instituto Inhotim, nesse processo.

Por vez, neste post acompanharemos o trabalho fotográfico de Miguel Rio Branco (1984), quem dedicou sua vida ao trabalho e estudos artísticos, se envolveu com pintura, fotografia e cinema, percorreu e viveu nas Américas e na Europa. Teve seus trabalhos reconhecidos internacionalmente, como no Grande Prêmio da Primeira Trienal de Fotografia do Museu de Arte Moderna de São Paulo e no Prêmio Kodak de la Critique Photographie. Suas obras foram expostas em grandes cidades, como Paris, Veneza, Nova Iorque, Frankfurt, São Paulo e Rio de Janeiro. Hoje ainda possui obras em acervos de diversos museus. Dentre eles, estão o Centro George Pompidou, o Metropolitan Museum of New York, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e o Instituto Inhotim, em Minas Gerais. Continue lendo “MUSEU INHOTIM – PARTE III: As origens da Fazenda Ihotim”

MUSEU FERNÁNDEZ BLANCO – PARTE I: O Palácio Noel e o Museu Casa Fernández Blanco compõem as duas sedes do Museu de Arte Hispanoamericana Isaac Fernández Blanco (MIFB)

O Museu Fernández Blanco possui duas unidades.

  • O Palacio Noel do bairro Retiro é dedicado à arte colonial.
  • A Casa Fernández Blanco, no bairro do Congreso, representa a arte e ao design do século XIX e início do século XX

El Palacio Noel, foi construído em estilo neocolonial na década de 1920 pelo arquiteto Martín Noel como residência própria. O design de inspiração barroca, com varandas mirantes e frontis tipo retábulo que inclui elementos espanhóis, como os jardins andaluzes. Continue lendo “MUSEU FERNÁNDEZ BLANCO – PARTE I: O Palácio Noel e o Museu Casa Fernández Blanco compõem as duas sedes do Museu de Arte Hispanoamericana Isaac Fernández Blanco (MIFB)”

MUSEU INHOTIM – PARTE II: A Formação do Acervo de Arte Contemporânea

Em Brumadinho, estado de Minas Gerais, o Centro de Arte Contemporânea Inhotim é um museu com conceito arquitetônico diferenciado. Em vez de agregar todas as suas instalações em um único edifício, divide-se em diversas galerias espalhadas.

Ao colaborar com artistas na encomenda de novas obras e na adaptação das existentes a novos espaços, os projetos artísticos de Inhotim lidaram com a paisagem e a natureza e acumularam um impressionante grupo de obras de grande escala. Tendo surgido de um jardim privado, o Inhotim desenvolveu uma intensa linha de trabalho voltada à preservação e desenvolvimento da vegetação e à pesquisa botânica, buscando novas formas de preservar a biodiversidade da região e do Brasil. Continue lendo “MUSEU INHOTIM – PARTE II: A Formação do Acervo de Arte Contemporânea”

FAENA ART CENTER – PARTE I: Complexo “Los Molinos” em Puerto Madero, combina residências, escritórios, lojas e um museu

Puerto Madero é hoje um ícone turístico e um centro de progresso atraindo a população local e visitantes aos seus parques e atividades culturais.

Inserido no empreendimento imobiliário de Alan Faena em Puerto Madero, o Faena Arts Center inclui a renovação da antiga sala de máquinas de um moinho de farinha. O complexo Los Molinos é composto por dois edifícios históricos com 5 e 7 níveis de vivenda, espaços comerciais no piso térreo, garagens subterrâneas, um novo edifício de escritórios e um Centro Cultural de Eventos.

O empreendimento residencial Los Molinos Building foi desenvolvido desde 2006 sendo o ​​prédio inaugurado em outubro de 2009. A remodelação foi realizada pela McCormack & Asociados. Já o Faena Art Center foi inaugurado em setembro de 2011. Continue lendo “FAENA ART CENTER – PARTE I: Complexo “Los Molinos” em Puerto Madero, combina residências, escritórios, lojas e um museu”

MALBA – Parte I: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires

Um dos museus mais populares da cidade de Buenos Aires, o Malba possui um dos mais importantes acervos da arte latino-americana. Além do patrimônio permanente, exposições temporárias importantíssimas passam por ele. Por isso, é um espaço cultural dinâmico e participativo, numa estrutura arquitetônica moderna, localizado no bairro de Palermo.

Entre os destaques estão a arte dos argentinos Xul Solar e Antonio Berni, o chileno Roberto Matta, o auto-retrato de Frida Kahlo, o muito famoso Abaporu, de Tarsila do Amaral, e instalações inovadoras de Julio Le Parc. Continue lendo “MALBA – Parte I: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires”

Biblioteca Nacional – Parte II: A obra maestra de Clorindo Testa que demorou 30 anos em ser construída

A Biblioteca Nacional é uma obra emblemática da arquitetura moderna argentina. A obra teve início em 1971 e levou 30 anos para ser concluída. Neste post vamos conhecer detalhes da obra maestra do arquiteto Clorindo Testa, onde a sala de exposições, o auditório e a confeitaria funcionam como elementos escultóricos que estão pendurados na estrutura.

O edifício foi declarado Monumento Histórico Nacional em 2017. Continue lendo “Biblioteca Nacional – Parte II: A obra maestra de Clorindo Testa que demorou 30 anos em ser construída”