CAFÉ LONDON CITY – Parte I: Desde 1954, a clássica confeitaria esta instalada no inicio da Rua Florida

“London City” foi declarado um café notável em Buenos Aires em 2000. Este bar foi um refúgio de poetas, artistas como Julio Cortazar, onde escreveu um de seus romances mais famoso, intitulado Los premios (1960).

Localizado no cruzamento de duas das artérias mais famosas da cidade; A Avenida de Mayo e Flórida, vizinha ao belo Edifício La Prensa e a poucos passos da Plaza de Mayo, é parada obrigatória para todos os portenhos e turistas que passam pelo centro de portenho.

Av. De Mayo

A primeira avenida da América do Sul


A Avenida de Mayo foi a primeira artéria do gênero na América do Sul, caracterizada por edifícios monumentais de vários estilos coroados por mansardas e cúpulas que lhe conferem uma majestade eclética.

A criação dessa avenida gerou polêmica, já que parte do Cabildo teve que ser demolida e um grande número de prédios desapropriados, em um processo custoso de 15 anos. O projeto foi promovido pelo então prefeito da cidade de Torcuato de Alvear e o projeto estava nas mãos do famoso arquiteto Juan Buschiazzo.

A Avenida de Mayo foi inaugurada como a primeira artéria da cidade em 9 de julho de 1894 e rapidamente se tornou um centro comercial e cívico que competia diretamente com a famosa Rua Florida.

Junto com a avenida, foram inaugurados teatros, hotéis, confeitarias e lojas diversas que fizeram dessa artéria o grande palco da vida pública no início do século XX.

Anexo Gath y Chaves

Av. De Mayo No. 591


Este edifício foi um dos primeiros na Avenida de Mayo, e foi concluído por volta de 1890. Foi projetado pelo arquiteto Edwin Merry para a família Ortiz Basualdo, e nos seus primórdios abrigou a Alfaiataria Schwartz.

Edwin A. Merry foi um arquiteto britânico que trabalhou principalmente na cidade de Buenos Aires no final do século XIX. A produção mais notável do arquiteto Merry foi a que ainda hoje sobrevive, embora com várias perdas, ao longo da Avenida de Mayo em Buenos Aires. Ele foi um dos arquitetos que projetou mais edifícios para esta importante artéria, os edifícios residenciais mais imponentes da Argentina na década de 1890.

Lojas Gath y Chaves


Enquanto a casa central da empresa estava localizada em Bartolomé Mitre e Flórida, em 1914, Gath & Chaves deu o grande salto: com um prédio revestido de mármore de Carrara, pousou para a esquina da Flórida com a Cangallo (atual Perón); ali é onde ele começaria a escrever as páginas mais brilhantes de sua história.

O santiagueño Lorenzo Chaves e o inglês Alfredo Gath, fundadores das famosas lojas

As lojas Gath & Chaves ofereciam a combinação perfeita de qualidade, variedade e bom atendimento. Enquanto seus vitrais eram o gancho perfeito para captar os clientes. Os manequins de vitrines ficaram muito fofos: com suas cabeças de cera e cabelos naturais conquistaram mais de um comprador apaixonado.

A famosa Loja Gath y Chaves estava em fase de maior expansão, em 1908 acrescentaram o anexo de roupas femininas, na esquina das ruas Peru e  Rivadavia.

Palácio das Crianças

Em 1909, foi inaugurada a filial infantil de Gath y Chaves (Florida 296), o Palácio das Crianças, ocupou a esquina desde 1909 até meados da década de 1920.

Em 1910, o edifício da London foi adquirido pela loja Gath y Chaves, que encomendou ao arquiteto napolitano Salvatore Mirate uma renovação intensiva. O prédio foi primeiro ampliado, adicionando um lote contíguo voltado para a rua Rivadavia; mas, além disso, toda a sua fachada foi transformada ao estilo art nouveau, onde vidro e ferro exposto foram usados ​​intensamente em suas janelas, característica do art nouveau, e foi feita a cúpula que o edifício mostra atualmente.

Em maio de 1910, a nova sede na Av. De Mayo e Peru, que Salvatore Mirate construiu em apenas quatro meses

Em 1975 o setor com saída para a rua Rivadavia foi adquirida pela línea aérea nacional “Aerolineas Argentinas” para aí instalar seus escritórios, sendo vencedor do concurso o projeto dos arquitetos Clorindo Testa e Héctor Lacarra. A reforma terminou no ano seguinte e foi inaugurada em novembro de 1975.

Algumas das modificações propostas pelos projetistas incluem a modificação do fechamento nos primeiros pavimentos e a realocação do acesso peatonal no térreo para permitir o acesso pela esquina; a adaptação da estrutura existente para obter uma maior flexibilidade na montagem dos pisos e a incorporação de uma escada no hall central e vazios que permitem iluminar o piso térreo a partir de cima.

Café London City

Endereço: Av. de Mayo 591, Montserrat


Em 1954, a clássica confeitaria London City foi instalada no andar térreo, que permanece lá desde então. Julio Cortázar estava entre seus visitantes habituais. Naquela época, o prédio abrigava várias entidades vinculadas ao governo peronista, desde a Superintendência de Seguros e os escritórios do Plano Agrário e diversas divisões da Fundação Eva Perón até a sede de ATLAS em Buenos Aires, uma tentativa de um sindicato latino-americano que foi frustrado em 1955.

Um clássico da capital portenha, o Café London City ficou famoso principalmente por ser um dos preferidos do escritor argentino Julio Cortázar. Foi nas mesas do Café London City que Julio Cortázar escreveu um de seus romances mais famoso, intitulado Los premios (1960). O local inclusive é mencionado na obra, aparecendo apenas como “el London”.

Ao longo de todo o local, Cortázar é sempre lembrado. Do cardápio às paredes, das vitrines aos banheiros, são inúmeras as imagens ou referências ao escritor, o que dá um charme a mais ao London, especialmente para quem curte o ambiente da literatura.

Hoje, parte desta propriedade que não inclui as dependências do andar térreo pertence à empresa IRSA que aluga seus escritórios ao Governo da Cidade de Buenos Aires.

 

 

Fonte:

  • https://londoncity.com.ar/
  • http://hd-fotografia.blogspot.com/search/label/Av%20de%20Mayo%20591
  • https://www.telam.com.ar/notas/201907/373719-la-avenida-de-mayo-cumplira-el-martes-proximo-125-anos.html
  • AGN-AGAS01-rg-Colección Witcomb-8-731

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.