Bares Notables de Buenos Aires: O Bairro de Almagro

Almagro é como um dos mais tradicionais da cidade e intimamente relacionados ao tango e aos cafés típicos de Buenos Aires. Muitos dos grandes nomes do tango circulavam por suas ruas e bares, e tem o privilégio de ser o primeiro palco que Carlos Gardel ouviu cantando em um bar localizado na Avenida Rivadavia 3824. Também neste bairro se encontra a Casa Salesiana Pío IX onde ele estudou.

Devido à proximidade do bairro de Almagro com o vizinho Mercado do Abasto, o cantor Carlos Gardel era um visitante frequente de seus bares. Em 1930, gravou um tango chamado Almagro, com letra de Iván Diez e música de Vicente San Lorenzo. Continue lendo “Bares Notables de Buenos Aires: O Bairro de Almagro”

Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte IV

v

O patrimônio imaterial ou intangível é aquele que se relaciona com a maneira como os diferentes grupos sociais se expressam por meio de suas festas, saberes, fazeres, ofícios, celebrações e rituais. As formas tradicionais e artesanais de expressão são classificadas, por serem importantes formadoras da memória e da identidade dos grupos sociais, contendo em si, os múltiplos aspectos da cultura cotidiana de uma comunidade, bem como o caráter não formal de transmissão dos saberes, ou seja: a oralidade.

O Bëtscnaté inclui os rituais preparatórios que se estendem até o dia da celebração do Grande Dia da tradição da comunidade indígena Camëntsá, manifestada nos ensinamentos dos antepassados, parentes, parentes, amigos e anciãos.

A Pintura Viva é uma expressão popular feita por atores espontâneos, principalmente jovens. É uma representação pública e efêmera que tem a rua como teatro, as temáticas são geralmente de natureza religiosa, moral, histórica e às vezes satírica que se realiza todo ano no município de Galera.

No âmbito musical destacamos as singulares vocês relacionadas as tarefas de trabalho com gado em fazendas e rebanhos nas planícies colombianas venezuelanas, onde o “LLanero” (gaúcho) conduze ao gado com diferentes vocês e gritos. E obviamente também esta o ritmo “vallenato“, um ritmo que adoro e que se fez popular a traves de consagrados artistas colombianos. Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte IV”

Bares Notables no Microcentro da cidade de Buenos Aires

Os Cafés Notáveis são lugares de relevância para a cidade, por sua história, arquitetura ou importância para o bairro, e formam parte do patrimônio histórico da cidade.

O bairro de San Nicolás sempre cresceu e o ano de 1908 foi um ano de opulência, o Teatro Colón, a Plaza Lavalle e o Palácio dos Tribunais foram inaugurados. Corrientes sempre foi uma  rua de lojas, cafés, confeitarias de reuniões e orquestras típicas, livrarias e teatros famosos. Foi o caso do Teatro Politeama Argentino, onde José Podestá fez uma grande performance de Juan Moreira em 1884 e Sara Bernhart fez Fedra em 1886.

Em 1822, aquela rua foi chamada Corrientes, em homenagem ao papel de liderança que esta província teve nas guerras de independência, e foi-lhe atribuída uma largura de 30 metros virando assim a avenida cultural por excelência de Buenos Aires. Continue lendo “Bares Notables no Microcentro da cidade de Buenos Aires”

Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro San Telmo

Argentina_Notaveis_Tango_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio_ Gardel_San Telmo_bar_mercado

Em 1998, foi criada a “Comissão de Proteção e Promoção de Cafés, Bares, Bilhares e Confeitarias Notáveis”. O que é um café notável? De acordo com o artigo 2º da lei 35/98, aquele que possui valor patrimonial próprio por estar relacionado a eventos culturais significativos, por idade, projeto arquitetônico ou relevância local.

San Telmo, conhecido como o bairro boêmio da cidade,  abriga muitos antiquários e os famosos cafés tradicionais argentinos, além de albergues, bares, restaurantes, igrejas e museus.

Aberto em 1864, o El Federal é um dos bares mais antigos de Buenos Aires ainda em funcionamento. Enquanto o Bar Plaza Dorrego esta localizado num edifício de esquina na praça principal, data de 1880. O Mercado San Telmo é um grande mercado com a entrada principal na esquina das ruas Bolívar e Carlos Calvo, data de 1897.

Estes são alguns exemplos de Bares Notables no famoso bairro de San Telmo, que os dias domingo transforma-se numa uma gigante Feira de Artesanato ao longo da rua Defensa. Continue lendo “Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro San Telmo”

BARES NOTABLES: A tradição da comida espanhola em Buenos Aires

Em 1998, o Legislativo da Cidade de Buenos Aires criou a Comissão de Proteção e Promoção de Cafés, Bares, Bilhares e Confeitarias da Cidade de Buenos Aires, dedicada a nomear como notáveis ​​os bares, bilhares ou confeitos relacionados a eventos ou atividades culturais significativas; bem como aqueles cuja antiguidade, projeto arquitetônico ou relevância local lhe conferem valor próprio.

Estamos perto do Congresso Nacional, percorrendo a famosa Av. de Maio no bairro de Monserrat, uma zona que destaca-se  pelo grande número de restaurantes que oferecem comida espanhola tradicional. Continue lendo “BARES NOTABLES: A tradição da comida espanhola em Buenos Aires”

Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Os 3 bares mais antigos e tradicionais

Las Violetas_Violetas_Medrano_Rivadavia_ Argentina_Notaveis_Tango_ Almagro_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio

Há mais de 80 Bares e Cafés Notables (Notáveis) reconhecidos pela sua antiguidade que fazem parte do patrimônio cultural da cidade.

Buenos Aires possui uma “cultura de café” muito forte e muitos dos seus bares e cafés foram palcos de importantes eventos históricos, culturais e literários. Figuras relevantes, como Jorge Luis Borges e Carlos Gardel e muitos outros eram clientes habituais destes lugares conhecidos.

Alguns cafés são uma cápsula do tempo, resgatando a beleza da “Belle Époque” da cidade, ensinando na decoração delicados “vitraux” e ornamentações do passado.

A seguir, os três Cafés Notáveis mais famosos de Buenos Aires que você não pode deixar de incluir no seu roteiro turístico pelos bairros mais antigos da cidade. Continue lendo “Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Os 3 bares mais antigos e tradicionais”

Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte I

UNESCO_Inmaterial_CULTURAL_Musica_Teatro_ritos_comunidade_Carnaval_Festa_Cultura_Humanidade_tradição_dança _tambor_Palenque

Os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer, celebrações, formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas; e nos lugares (como mercados, feiras e santuários que abrigam práticas culturais coletivas). São referências culturais fundadas na tradição e manifestadas por indivíduos ou grupos de indivíduos como expressão de sua identidade cultural e social.

Em Colômbia existem expressões musicais e orais, como lumbalú, canções de trabalho, acordes, décimas palenqueras e outras que alcançaram reconhecimento nacional, como a bullerengue sentao, cumbia e mapalé, que também são praticados em outros lugares na costa do Caribe colombiano. Por sua vez, as melodias e ritmos da herança africana se mantém viva a traves do instrumento artesanal chamado “marimba” no Pacífico Sul da Colômbia.

O sistema aplicado pelos membros da comunidade indígena Wayúu chamadas “palabreros“, trata-se de pessoas experientes na resolução de conflitos e desacordos entre os clãs da comunidade, que se destacam por suas virtudes no plano ético e moral.   Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte I”

Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro de Monserrat

Argentina_Notaveis_Tango_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio_ Gardel_Monserrat_bar_Av. Belgrano_

Buenos Aires tem cafés e bares que foram cenários de atividades culturais significativas e que, por antiguidade, arquitetura ou relevância local, são declarados Cafés Notáveis e fazem parte oficialmente do Patrimônio Cultural da Cidade. Consideram-se notáveis a aqueles bares, bilhares o confeitarias relacionados com feitos ou atividades culturais de significância; aqueles cuja antiguidade, desenho arquitetônico ou relevância local, lhe outorgam um valor próprio.
Há mais de 70 Bares e “Cafés Notables” (Notáveis) que tem como característica de serem os mais representativos da cidade. Hoje vamos percorrer o bairro de Monserrat que junto ao bairro San Telmo, hoje envolvidos num mesmo tecido urbano continuo, representam os sitios mais tradicionais do Casco Histórico da cidade de Buenos Aires. Continue lendo “Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro de Monserrat”

Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade: Colômbia foi sede da última Convenção da Unesco em América Latina

Pela primeira vez, o Comitê Intergovernamental da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco se reuniu na América Latina e no Caribe.

O Comitê se reuniu em Bogotá de 9 a 14 de dezembro de 2019 com a participação de mais de 1.000 pessoas, representantes dos 24 Estados Partes no Comitê e na Convenção, organizações não-governamentais, estados observadores e membros da sociedade civil.

Colômbia foi sede da Convenção para la Salvaguarda do Património Cultural Imaterial

Atualmente, o chanceler colombiano é presidente da Comissão Colombiana de Cooperação com a Unesco, enquanto a secretária de Cultura, Recreação e Esporte de Bogotá, María Claudia López. Ela foi presidente do Bureau do Comitê da Convenção, responsável por liderar a reunião em Bogotá.

O Comitê é o órgão de tomada de decisão da Convenção da UNESCO para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial e tem como principais funções promover os objetivos da reunião, fornecer conselhos sobre práticas exemplares e fazer recomendações sobre medidas para salvaguardar o Patrimônio Cultural Imaterial Mundial.

Patrimônio Cultural Imaterial da Colômbia

A Colômbia tem dez manifestações declaradas Patrimônio Imaterial da Humanidade. Mas sua lista representativa é muito mais extensa e a conheceremos de aqui para frente através de várias publicações; uma viagem pelos costumes, tradições, expressões artísticas e religiosas do pais.

A Lista de Representativa é um mecanismo de salvaguarda do patrimônio cultural intangível. É constituído pelo conjunto de manifestações que são incorporadas a um catálogo especial por meio do ato administrativo da autoridade competente (Ministério da Cultura, Governadores, Prefeitos, autoridades Indígenas ou Conselhos da comunidade afro-colombiana).

A inclusão na lista tem como condição a elaboração de um plano especial de salvaguarda, acordo social para identificação, revitalização, documentação, divulgação e proteção das manifestações.

Lista de Representativa do Patrimônio Cultural Intangível da Colômbia:

  1. Espaço cultural de San Basilio de Palenque – 2008
  2. O sistema regulatório wayúu aplicado pelo palajero Putchipu’ui – 2010
  3. Música marimba e canções tradicionais do Pacífico Sul da Colômbia – 2010
  4. He Yaia Keti Oka, conhecimento tradicional (Jaguares de Yuruparí) para o manejo de grupos indígenas do rio Pirá Paraná – 2011
  5. Carnaval preto e branco de Pasto – 2009
  6. Procissões da Semana Santa em Popayán – 2009
  7. Cuadrillas de San Martín – 2017
  8. Carnaval de Riosucio – 2011
  9. Festas de San Francisco de Asís ou San Pacho em Quibdó – 2012
  10. Encontro Nacional de Bandas de Música em Paipa – 2013
  11. O processo de formar e viver como nükak baka (pessoas verdadeiras) -2013
  12. A tradição de celebrar afilhados com vasos de alfeñique na cidade de Santiago de Cali – 2013
  13. Bëtscnaté o Grande Dia da tradição Camëntsá – 2013
  14. Pinturas vivas de Galeras, Sucre – 2013
  15. Canções de trabalho de Llano – 2017
  16. A música vallenata tradicional do Caribe colombiano – 2015
  17. Galíes, ritos funerários das comunidades afro do meio de San Juan – 2014
  18. Manifestação cultural Silletera – 2015
  19. Carnaval de Barranquilla – 2015
  20. Partería afro del Pacífico – 2017
  21. O sistema de conhecimento ancestral dos povos Arhuaco, Kankuamo, Kogui e Wiwa da Serra Nevada de Santa Marta – 2017

 

fonte:

  • https://www.mincultura.gov.co/
  • http://www.unesco.org

 

Museu e Academia Nacional do Tango, Buenos Aires, Argentina

Avenida de Maio_Café Tortoni_ Carlos Gardel_Palacio_Arquitetura_Mundial_lunfardo_Patrimônio_Cultural

O museu cobre uma ampla área do Palácio Carlos Gardel, onde funciona desde 1993 a sede da Academia Nacional de Tango, no mesmo edifício onde funciona o emblemático Café Tortoni, o bar mais antigo da cidade de Buenos Aires.

O Museu do Tango faz um tour pela história do tango desde 1850 até o presente através de uma série de vitrines que são pouco atraentes e confusas quando se refere a  sua expografía. O edifício é um velho casarão, com três salões de dança, tetos ornamentados e lustres antigos; no entanto, o museu não está integrado ao espaço, é necessário fazer um projeto que descreva e guie os visitantes de maneira clara e atraente, acerca da origem e evolução do tango.

Por outra parte, dizem que a Avenida de Maio foi projetada pelos franceses, construída pelos italianos e onde finalmente moravam os espanhóis. Talvez a maneira mais certa de descrever a europeização da cidade no final do século XIX. Veremos como este fenômeno afetou as cidades de Rio de Janeiro e Buenos Aires, para descobrir finalmente que entre a historia do Tango e a historia do Samba, existem muitas coincidências para destacar. Continue lendo “Museu e Academia Nacional do Tango, Buenos Aires, Argentina”