Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro San Cristobal

Os Bares Notáveis foram reconhecidos como “Patrimônio Cultural da Cidade de Buenos Aires” pela vinculação com a história viva dos portenhos, por ser testemunhas de fatos históricos e relevantes da cultura do país e pelo desenho arquitetônico.

O Mercado San Cristobal foi coroado como o mercado mais antigo da cidade. Mais antigo mesmo que os mercados de Abasto (1889) e San Telmo (1897). Está localizado no cruzamento das avenidas Independência e Entre Ríos desde 1882, e seu primeiro edifício foi inaugurado em 1887.

Vamos percorrer o bairro de San Cristobal a traves de sues “Bares Notables” representativos da cultura e história da cidade de Buenos Aires. Continue lendo “Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Bairro San Cristobal”

Puerto Madero: “Rojo Tango” – Show no Hotel Faena

O Hotel Faena Buenos Aires hoje surreal e elegante, era um armazém de grãos até a virada do século 20, quando foi realizada a grande revitalização e urbanização da região de Puerto Madero, hoje o bairro mais exclusivo da cidade de Buenos Aires.

Pisar no Hotel Faena é por si só uma experiência, tendo em vista que é um dos cinco estrelas mais famosos da cidade, decorado nada menos que pelo famoso designer Philippe Starck.

O Rojo Tango é um show íntimo, projetado para desfrutar cada detalhe do tango: melodias harmoniosas, ritmo e sensações que ganham vida na dança, onde você pode assistir um show profissional de primer nível, afinado com a essência do tango. Continue lendo “Puerto Madero: “Rojo Tango” – Show no Hotel Faena”

Complexo Quinqueleano no bairro de La Boca

Através de seu trabalho artístico, Quinquela Martín percorreu a Argentina e viajou por vários países ao redor do mundo. Seu prestígio aumentou muito, mas ele sempre se manteve firme e fiel a sua temática: o trabalho no porto, os navios, a fumaça de carvão e a vida humilde daquele bairro que estava gravado no fundo do coração: La Boca.

Adotado aos 6 anos de idade, sua infância pobre e o ambiente do porto em que ele foi formado determinaram sua concepção de arte como parte da vida e do artista como um membro ativo e transformador da sociedade.

Em 1933, comprou vários terrenos que doou ao Estado para construir instituições dedicadas à divulgação de obras de arte e sociais. Assim, em 1936 foi inaugurada a escola Pedro de Mendoza e, em 1938, o Museu de Artistas Argentinos, hoje conhecido sob o nome de Museu de Belas Artes Benito Quinquela Martín. Mais tarde, ele doou outros espaços para criar o famoso “Teatro de la Ribera”, o Hospital de Odontologia Infantil, uma Escola Infantil, e um berçário.

“Não considero minhas doações como tal, mas como retornos. Eu devolvi ao meu bairro uma boa parte do que ele me fez ganhar com a minha arte”, disse o pintor.. O Complexo Quinqueleano virou realidade graças a sua  generosidade. No ultimo andar do Museu de Belas Artes o mestre Quinquela Martín instalou sua casa e oficina em 1948. Continue lendo “Complexo Quinqueleano no bairro de La Boca”

Café Margot: Um típico café de Buenos Aires, num bairro que é sinónimo de Tango: Boedo.

Argentina_tanguería_show_turismo_tango_Unesco_Boedo_bairro_barrio_patrimonio_bares notáveis_Trianón_Pavita

Buenos Aires tem cafés e bares que foram cenários de atividades culturais significativas e que, por antiguidade, arquitetura ou relevância local, são declarados Cafés Notáveis e fazem parte oficialmente do Patrimônio Cultural da Cidade.

No bairro Boedo, na esquina da Avenida Boedo e a antiga passagem Camio (hoje felizmente leva o nome de meu santo, San Ignacio), encontra-se um tradicional edifício construído no principio do século XX pelo genovês Lorenzo Berisso. Em uma parte do térreo funciona desde 1993 o Café Margot, um lugar destacado e muito frequentado pelos turistas. Continue lendo “Café Margot: Um típico café de Buenos Aires, num bairro que é sinónimo de Tango: Boedo.”

Tango Show: Café de los Angelitos

Notaveis_Argentina_Tango_Show_Milonga_Turismo_Balvanera_Carlos Gardel_Lavado dinero

O Café de los Angelitos é um café histórico de tango na cidade de Buenos Aires, localizado na esquina da Avenida Rivadavia e Rincón, no bairro de Balvanera. Foi o local onde Carlos Gardel estabeleceu a turma dele a partir de 1912, quando iniciou sua carreira artística formando uma dupla com José Razzano. Este último, em 1944, compôs um famoso tango com letras de Cátulo Castillo, intitulado precisamente “Café de los Angelitos”.

Carlos Gardel morava na rua Rincón 100, que costumava comer puchero ou tomar uma bebida. Ele estava tão acostumado com o local que assinou aqui junto a José Razzano seu primeiro contrato de gravação com a Odeón. Continue lendo “Tango Show: Café de los Angelitos”

Caminito: A criação de Benito Quinquela Martín no bairro La Boca

A paisagem mais colorida da cidade de Buenos Aires foi oficialmente inaugurada em 18 de outubro de 1959. Originalmente correspondia a uma trilha de um trem de carga que abastecia o Puerto de la Boca.

Abandonado pelos serviços da empresa ferroviaria, esse beco virou um terreno baldio cheio de lixo que, em 1959, e graças aos vizinhos e Quinquela Martín, foi reaberto com o nome de um dos mais famosos tangos: Caminito.

Dessa forma, Quinquela Martín transforma o local em um museu ao ar livre criando uma galeria de esculturas e comissiona relevos feitos especialmente para localizá-los lá. Com o tempo, tornou-se um ícone turístico que identifica Buenos Aires. Continue lendo “Caminito: A criação de Benito Quinquela Martín no bairro La Boca”

Club Gricel: A Milonga mais tradicional do bairro San Cristóbal

Argentina_tanguería_show_turismo_tango_Unesco_San Cristóbal_ Nuevo Gricel_bairro_barrio_patrimonio

Buenos Aires está repleta de tanguerías, casas de show com orquestras e bailarinos ao vivo. Muitas casas oferecem um pacote com jantar, são os famosos “Tango-Show” que junto as “Milongas” são o programa preferido dos turistas que visitam a cidade.

O Club Gricel, após seu fechamento temporário em 2019, reabriu como Nuevo Gricel (o Novo Gricel) com uma serie de milongas e aulas de dança que formam parte da programação, mas com uma particularidade que sempre caracterizou este local;  a Milonga mas emblemática acontece nas segundas. Continue lendo “Club Gricel: A Milonga mais tradicional do bairro San Cristóbal”

Igreja de São Juan Bautista de Betharram – Parte IV: Imaginária, Virgens e Santos

Bairrro_Monserrat_Buenos_Aires_Argentina_Iglesia_Patrimonio_Cultural_Religioso_ San_Telmo_Historico_Clarisas_Capuchinas_Clarissas_Capuchinhas_Betharram_Assis_Bayoneses

Como em todas as minhas visitas ás igrejas, sempre procuro achar a Santeria Paroquial, o lugar onde habitualmente são vendidas estampas, rosários e imagens religiosas dos santos e virgens, na procura (com maior e menor sorte), de livros ou publicações que falem da historia e arquitetura do templo.

Não é o caso de esta igreja, alias no momento da minha visita a missa estava por começar. Abordo uma das fieis que estava envolvida na preparação do ritual junto ao padre. Diz-me que não tem nada impresso, mas que sim podia enviar um arquivo pdf a meu email (fez na hora) que falava alguns detalhes da igreja.

Dias depois abri com surpresa e descobri que se tratava de uma antiga publicação escaneada com a descrição precisa dos Altares Laterais e Altar-mor, repleta de imagens de santos da Ordem das Irmãs Clarissas Capuchinhas, devotas de Santa Clara de Assis, ordem religiosa feminina da ordem franciscana.

Agradecendo ter recebido tão detalhada informação foi que decidi dedicar este post á Imaginaria, ou seja, todo o conjunto de imagens, exibidas nesta igreja. Também vou falar da Tapeçaria Histórica que as Freiras Capuchinhas tinham nesta igreja e corresponde à obra de arte mais importante que a Argentina teve no século XIX; “A Adoração dos Reis Magos”, de Rubens. Continue lendo “Igreja de São Juan Bautista de Betharram – Parte IV: Imaginária, Virgens e Santos”

Bares Notables de Buenos Aires: O Bairro de Almagro

Almagro é como um dos mais tradicionais da cidade e intimamente relacionados ao tango e aos cafés típicos de Buenos Aires. Muitos dos grandes nomes do tango circulavam por suas ruas e bares, e tem o privilégio de ser o primeiro palco que Carlos Gardel ouviu cantando em um bar localizado na Avenida Rivadavia 3824. Também neste bairro se encontra a Casa Salesiana Pío IX onde ele estudou.

Devido à proximidade do bairro de Almagro com o vizinho Mercado do Abasto, o cantor Carlos Gardel era um visitante frequente de seus bares. Em 1930, gravou um tango chamado Almagro, com letra de Iván Diez e música de Vicente San Lorenzo. Continue lendo “Bares Notables de Buenos Aires: O Bairro de Almagro”