Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade

O Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), autarquia do Ministério da Cultura, em especial por meio do Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI), é a instituição de referência para a atuação relativa ao Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil (PCI) no Brasil.

Durante 15 anos, o Iphan tem registrado patrimônios imateriais brasileiros. Englobam bens de natureza imaterial, incluídos aí os modos de criar, fazer e viver dos grupos formadores da sociedade brasileira.

Dos 47 bens culturais imateriais brasileiros reconhecidos pelo IPHAN, 5 foram inscritos pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

  • Samba de Roda do Recôncavo Baiano
  • Arte Kusiwa – pintura corporal e arte gráfica Wajãpi
  • Frevo
  • Círio de Nazaré
  • Roda de Capoeira

Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade”

“LA REDONDA”: Igreja da Imaculada Conceição de Belgrano, Buenos Aires

Igreja_Imaculada_Conceição_Redonda_Patrimônio_Histórico_Buenos Aires_Latinoamerica

É mais do que uma igreja, é a alma do bairro. Esta igreja está localizada em frente à Praça Manuel Belgrano, na qual está localizado o monumento dedicado ao herói que dá nome ao bairro. O Museu Histórico de Sarmiento (que era originalmente a sede do município do bairro e onde o Congresso Nacional também se reuniu brevemente) e o Museu de Arte Espanhola (que trabalha na casa do escritor Enrique Larreta) estão localizados nas ruas laterais que organizam, junto com a igreja, um complexo urbano de grande atração e interesse.

A Igreja da Imaculada Conceição, esse é seu nome real, é conhecida popularmente como “a Redonda” por causa de sua forma circular. Essa condição a torna um exemplo extremamente atípico na produção arquitetônica religiosa local.

A área possui intensa atividade comercial, pois fica muito próxima ao cruzamento da Av. Cabildo e da Rua Juramento. A cerca de 400 metros estão as “Barrancas de Belgrano”, com sua eterna “Pergola” donde se dança tango, com sua nova estação de trem Belgrano C do Ferrocarril Mitre inaugurada recentemente, e seu encantador bairro chinês na Rua Arribeños, repleto de restaurantes típicos. Continue lendo ““LA REDONDA”: Igreja da Imaculada Conceição de Belgrano, Buenos Aires”

Basílica Nossa Senhora do Pilar – Parte II: O segundo templo mais antigo da cidade de Buenos Aires

Centro_Cultural_recoletos_Franciscanos_Ombúes_Virgem_Cemitério

Localizada junto ao cemitério, a Igreja do Pilar é a segunda mais antiga da cidade. Sua história começou em 1708, quando foi construída como igreja e convento para receber os frades “Recoletos” da Ordem Franciscana, que vieram da Espanha.

E foi assim que surgiu o nome do bairro: Recoleta.

Também conheceremos as histórias de Juan de Narbona e Torcuato de Alvear, as duas pessoas que mais fizeram para transformar o bairro da Recoleta em um dos mais distinguidos e aristocráticos da cidade de Buenos Aires.

Continue lendo “Basílica Nossa Senhora do Pilar – Parte II: O segundo templo mais antigo da cidade de Buenos Aires”

Igreja San de Ignacio de Loyola – Parte I: Manzana de las Luces

Manzana_Luces_Luzes_Companhia de Jesus_Jesuitas_America_Colégio_Expulsão_Francisco_Papa_Basilica_Centro Historico

A “Manzana de las Luces”, é uma área do centro de Buenos Aires conhecida como o berço da intelectualidade da cidade.

“Manzana” em português é maçã, mas na Argentina pode significar também uma quadra ou quarteirão.  Todo o conjunto de construções da Manzana é considerado Monumento Histórico da Argentina.  É um local-chave durante os diferentes períodos históricos do país, pois foi sede de instituições ligadas ao seu desenvolvimento cultural, educacional e religioso.

Para entender um pouco mais da história desse centro arquitetônico histórico, vale a pena descrever cada um dos edifícios e instituições que compõem-na, entre elas a Igreja San Ignacio de Loyola, a primeira igreja fundada na cidade de Buenos Aires. Continue lendo “Igreja San de Ignacio de Loyola – Parte I: Manzana de las Luces”

PATRIMÔNIOS da HUMANIDADE no BRASIL – Parte II

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) reconhece 15 sítios de Patrimônio Cultural Mundial aqui no Brasil.

Hoje, outros 1.092 lugares do mundo têm o título de patrimônio mundial. Deles, 21 estão no Brasil, além do recentemente nomeado Paraty: 14 são considerados patrimônios culturais (como Brasília e os centros históricos de Ouro Preto, Salvador e Olinda, entre outros), e, sete, naturais (como a Área de Conservação do Pantanal e o Parque Nacional do Iguaçu).

 

  • Sítios do Patrimônio Cultural: 14
  • Sítios do Patrimônio Natural: 7
  • Sítios do Patrimônio Misto: PARATY

Continue lendo “PATRIMÔNIOS da HUMANIDADE no BRASIL – Parte II”

PATRIMÔNIOS da HUMANIDADE no BRASIL – Parte I

Na década de 1950, começa a surgir a preocupação com a proteção dos patrimônios culturais por parte da UNESCO, que inicia uma campanha nos países para que assegurassem a proteção de seus patrimônios arquitetônicos e culturais.

No ano de 1971, essa entidade promoveu a assinatura da Convenção por parte dos países e solicitou aos Estados-Membros a apresentação de sítios considerados significativos para a humanidade. para a inclusão na Lista do Patrimônio. 

As informações sobre cada candidatura são avaliadas por comissões técnicas, sendo a aprovação final feita anualmente pelo Comitê do Patrimônio Mundial, integrado por representantes de 21 países. O objetivo é reconhecer a importância internacional de cada um deles, bem como sua relevância na história, além de incentivar a preservação e conservação.

O primeiro sítio a receber o título de Patrimônio  Mundial ou Patrimônio da Humanidade no Brasil foi a cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, em 1980.

O mais novo foi declarado pela UNESCO recentemente no julho de 2019 … O Centro Histórico de Paraty e Ilha Grande junto as reservas de Mata Atlântica da região da Baía da Ilha Grande.

Centro Histórico de Paraty e Ilha Grande

Continue lendo “PATRIMÔNIOS da HUMANIDADE no BRASIL – Parte I”