OURO PRETO (MG): Igreja N S das Mercês e Misericórdia – Parte II: A Mercês de Cima e interior do Templo

Mercês de cima_Nossa Senhora das Merces_Estrada Real_Brasil_Minas _Gerais_Unesco_Patrimonio_Humanidade

O altar-mor é ocupado pela imagem da padroeira Nossa Senhora das Mercês e os nichos laterais pelos santos fundadores da Ordem Mercedária, São Pedro Nolasco e São Raimundo Nonato, do mesmo modo que acontece na “Mercês de Baixo” (cujo nome correto é Nossa Senhora das Mercês e Perdões), situada nas baixadas do bairro dos Paulistas e vinculada á Matriz Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias.

A decoração interna é de grande simplicidade, mas uma grande lista de artistas experientes contribuíram na construção e acabamento desta singular igreja de torre única.

Ë o passo obligado para quem vem ou vai pra rodoviária, próxima da Praça Tiradentes, ele é um dos primeiros templos que o visitante encontra ao chegar a Ouro Preto. O seu adro conforma um mirante com uma vista impressionante da cidade. Continue lendo “OURO PRETO (MG): Igreja N S das Mercês e Misericórdia – Parte II: A Mercês de Cima e interior do Templo”

CINEMA e TEATRO VILA RICA: O lendário cinema de Ouro Preto esta fechado

O Cine Teatro Vila Rica representa um marco da história cultural de Ouro Preto. Neste prédio funcionava originalmente o antigo Liceu das Artes e Ofícios (1886-1953), instituição educativa destinada ao ensino das artes e ofícios mecânicos para os sectores mais pobres da população da antiga Vila Rica.

O Cinema de Ouro Preto nasceu em 1957 do sonho de Salvador Trópia e hoje é o único espaço de projeção cinematográfica da região e um dos mais tradicionais de Minas Gerais. A sala sedia uma programação contínua de filmes, eventos artísticos-culturais a níveis nacional e internacional, como o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, Fórum das Letras, Fotógrafos em Ouro Preto, CineOP e diversas outras mostras e festivais de cinema como o Festival Varilux de Cinema Francês, que homenageia as produções cinematográficas francesas.

A beleza arquitetônica e a memória histórica do prédio estão de portas fechadas. Uma grande angustia me invade pelo fato de saber que há dois anos o Cinema está fechado e que de seu velho projetor, não sai mais luz não. Continue lendo “CINEMA e TEATRO VILA RICA: O lendário cinema de Ouro Preto esta fechado”

OURO PRETO (MG): Igreja de São José – Parte I: Irmandade de São José dos Homens Pardos e Bem Casados e Músicos de Santa Cecília

Sendo São Jose (pai de Jesus) de profissão carpinteiro foi o santo patrono preferido dos artistas e artesãos. Em muitas regiões de Brasil as irmandades de São Jose adicionavam a seu nome o termo “dos quatro ofícios” a saber: carpinteiros, pedreiros, marceneiros e tanoeiros. Mas os ofícios no total foram muitos mais: oficiais mecânicos, artistas liberais (pintor ou músico), professores de primeiras letras, boticários, etc. Em Ouro Preto esta igreja foi denominada obviamente como a “Capela dos Artistas”. Mas quando lemos em detalhe a denominação completa desta irmandade reparamos vários termos que neste post vamos revelar: Irmandade de São José dos Homens Pardos e Bem Casados e Músicos de Santa Cecília … Como e bem conhecido Santa Cecilia e Padroeira dos Músicos … mas porque Homens Pardos? … porque Bem Casados? Continue lendo “OURO PRETO (MG): Igreja de São José – Parte I: Irmandade de São José dos Homens Pardos e Bem Casados e Músicos de Santa Cecília”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 8 – Sexta Feira da Paixão: Descimento da Cruz e a Procissão do Enterro

O mesmo palco o dia de ontem foi usado para representar a Cerimonia dos Lava-pés, hoje serve como palco para a representação mais importante da Semana Santa. A Sexta da Paixão que relembra a crucifixão e morte de Jesus Cristo.

Cabe lembrar que hoje Sexta-Santa, é feriado também, por tento milhares de turistas acodem a Ouro Preto, a primeira cidade brasileira em ser nomeada Patrimônio da Humanidade.

Além das Irmandades e Ordens Terceiras, a guarda romana, a Verônica, as bandas de música, há também outros atores que participam da procissão e que ajudam a completar o cenário nessa data especial do calendário cristão e local. Eles são os personagens bíblicos que oferecem um marco colorido pleno de religiosidade. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 8 – Sexta Feira da Paixão: Descimento da Cruz e a Procissão do Enterro”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 4 – Segunda Santa: A disputa entre a Matriz do Pilar e a Matriz do Antônio Dias

A rivalidade entre os antigos arraiais dos Jacubas o dos Mocotós persistiram mesmo despois que o processo de urbanização chegara a consolidar a união deles no Morro da Quitéria, atual Praça Tiradentes.

As irmandades do Santíssimo Sacramento, presente na Matriz do Pilar e na Matriz de Antônio Dias foram responsáveis pela promoção da festividade socialmente integradora do corpo de Deus (Corpus Christi) e a celebração da Semana Santa.

A rivalidade ficou plasmada desde os tempos da colônia, sendo determinada a alternância na condução dos cerimoniais: nos anos pares, a Paróquia de Nossa Senhora do Pilar fica encarregada de organizar as celebrações; nos anos ímpares, essa função fica a cargo da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, do Antônio Dias. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 4 – Segunda Santa: A disputa entre a Matriz do Pilar e a Matriz do Antônio Dias”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 3 – Domingo de Ramos: Procissão do Encontro

A procissão do Encontro acontece no Domingo de Ramos, como figuras centrais Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, representados em imagens barrocas centenárias. Este é um dos momentos mas esperados da Semana Santa de Ouro Preto.

Cada uma das imagens foi depositada nas igrejas de Mercês de Baixo e na Mercês de Cima esperando o ansiado momento do Encontro na Praça Tiradentes. Os cortejos, os membros das irmandades, as guardas romanas, a Veronica, são outros dos personagens que acompanham o ritual junto aos turistas que visitam Ouro Preto para participar das celebrações de Semana Santa na primeira cidade em ser declarada Patrimônio da Humanidade do Brasil. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 3 – Domingo de Ramos: Procissão do Encontro”

O FORUM de OURO PRETO: Historia do incêndio em 1949 e sua reconstrução

Ouro Preto está situada na Região dos Inconfidentes, no sudeste de Minas Gerais. O município, que já foi chamado de Vila Rica, foi capital de Minas Gerais e atualmente é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Na época da extração de ouro, o município chegou a ser uma das cidades mais populosas da América Latina.

O Fórum era onde funcionava o Poder Judiciário que ocupava um espaço clave na estrutura de poderes: na Praça de Tiradentes, do lado do Palacio dos Governadores. Infelizmente foi atingido por um incêndio em março de 1949 e teve sua reconstrução iniciada em 1953. O edifico atual ja não tem mais os grandes arcos na fachada, os trabalhos de restauração foram assumidos pelo SPHAN quem visava pela restauração e cuidado do Patrimônio Nacional Brasilero, antes do atual IPHAN. Muitas intervenções foram muito discutidas, e hoje conheceremos uma delas: O Forum que pegou fogo em Ouro Preto, Minas Gerais. Continue lendo “O FORUM de OURO PRETO: Historia do incêndio em 1949 e sua reconstrução”

SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 1 – Sexta-Feira das Dores: O Depósito de Nossa Senhora das Dores

Em Ouro Preto, o destaque dado ao drama da Paixão, morte e ressurreição de Cristo é acompanhado por uma ampla mobilização dos moradores para a representação desses eventos, encenações, cânticos e procissões.

A circunstancia de Ouro Preto ter duas Matrizes e de que em ambas duas existam imagens da Virgem de Nossa Senhora das Dores, uma das protagonistas principais da Semana Santa, pode prestar a confusão. A cada ano, porém, será apenas uma delas que será levada para fora da igreja, em procissão.

E noite de Sexta-Feira … a Sexta-Feira das Dores … o dia que o Depósito de Nossa Senhora das Dores na Igreja Mercês de Cima marca o inicio da Semana Santa Ouropretana. Continue lendo “SEMANA SANTA em OURO PRETO (MG): Dia 1 – Sexta-Feira das Dores: O Depósito de Nossa Senhora das Dores”

FIEMG, Ouro Preto (MG) – Parte II: Reconstrução do antigo Hotel Pilão no conjunto arquitetônico da Praça Tiradentes.

Praça Tiradentes_Minas Gerais_Estada Real_Unesco_Patrimônio_Museu_Centro Cultural_incêndio_bar cafe

No dia 21 de abril de 2006, três anos e sete dias após o fatídico dia do incêndio, o antigo Hotel Pilão, reconstruído e com nova funcionalidade de Centro Cultural e Turístico, foi finalmente reinaugurado. O projeto arquitetônico veio reparar aquela tremenda perdida ocasionada pelo brutal incêndio que afetou a imagem do conjunto arquitetônico da Praça Tiradentes.

A FIEMG, em parceria com a prefeitura da cidade histórica, revitalizou o espaço, presenteando aos mineiros e turistas com um o Centro Cultural SESIMINAS Ouro Preto. O casarão do antigo Hotel Pilão, teve seu conjunto arquitetônico barroco e toda sua fachada reconstituídos com as mesmas caraterísticas das que existiam antes do incêndio. Continue lendo “FIEMG, Ouro Preto (MG) – Parte II: Reconstrução do antigo Hotel Pilão no conjunto arquitetônico da Praça Tiradentes.”