CINEMA e TEATRO VILA RICA: O lendário cinema de Ouro Preto esta fechado

O Cine Teatro Vila Rica representa um marco da história cultural de Ouro Preto. Neste prédio funcionava originalmente o antigo Liceu das Artes e Ofícios (1886-1953), instituição educativa destinada ao ensino das artes e ofícios mecânicos para os sectores mais pobres da população da antiga Vila Rica.

O Cinema de Ouro Preto nasceu em 1957 do sonho de Salvador Trópia e hoje é o único espaço de projeção cinematográfica da região e um dos mais tradicionais de Minas Gerais. A sala sedia uma programação contínua de filmes, eventos artísticos-culturais a níveis nacional e internacional, como o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, Fórum das Letras, Fotógrafos em Ouro Preto, CineOP e diversas outras mostras e festivais de cinema como o Festival Varilux de Cinema Francês, que homenageia as produções cinematográficas francesas.

A beleza arquitetônica e a memória histórica do prédio estão de portas fechadas. Uma grande angustia me invade pelo fato de saber que há dois anos o Cinema está fechado e que de seu velho projetor, não sai mais luz não. Continue lendo “CINEMA e TEATRO VILA RICA: O lendário cinema de Ouro Preto esta fechado”

CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto

Manoel Teixeira de Souza_Barão de Camargos_viscondessa de Camargos_Praça Tiradentes_Minas Gerais_Estada Real_Unesco_Patrimônio_Museu_Maria Leonor Felícia da Rosa_Brasil

A Casa da Baronesa está localizada na Praça Tiradentes, no centro da cidade.  A casa foi a residência de uma das mais ilustres famílias que se instalaram em Vila Rica: a família de Manoel Teixeira de Souza (Barão de Camargos) e Maria Leonor Felícia da Rosa (Viscondessa de Camargos).

Foi doada à união em 1941. Atualmente é sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Ouro Preto. Continue lendo “CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto”