Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade – Parte IV

O Toque dos Sinos em Minas Gerais é produzido pela percussão dos sinos das igrejas católicas, para anunciar rituais religiosos e celebrações, como festas de santos e padroeiros, Semana Santa e Natal. Essa prática tem sido sustentada por as irmandades religiosas que surgiram junto às cidades mineiras durante o ciclo do ouro.

O Modo de Fazer Renda Irlandesa, tendo como referência este ofício em Divina Pastora/SE, foi inscrito no Livro de Registro dos Saberes, em 2009.

O Ritual Yaokwa é a mais longa e importante celebração realizada por este povo indígena, que habita uma única aldeia localizada na região noroeste do estado do Mato Grosso. Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade – Parte IV”

Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte V

UNESCO_Inmaterial_CULTURAL_Musica_Teatro_ritos_comunidade_Carnaval_Festa_Cultura_Humanidade_tradição_dança _tambor_Palenque

UNESCO conceitua Patrimônio Imaterial como as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas – com os instrumentos, objetos, artefatos e lugares culturais que lhes são associados – que as comunidades, os grupos e, em alguns casos os indivíduos, reconhecem como parte integrante de seu patrimônio cultural.

Os rituais mortuários das comunidades afro-colombianas do Pacífico são realizados a traves dos “alabaos”, canções corais de louvor e oferendas aos santos para acompanhar os falecidos e seus entes queridos, ajudando assim as crianças ou adultos falecidos na passagem de sua alma para a eternidade.

Desde o início do século XX, o principal produto comercializado pelos camponeses de Santa Elena eram as flores transportadas em um sistema de caixas de madeira chamado “silletas”.  Esses conhecimentos, práticas e instrumentos foram transmitidos por gerações por aproximadamente 150 anos.

 O colorido Carnaval de Barranquilla, através do uso de fantasias e máscaras, a exibição de danças, desfiles e comparsas é uma tradição viajou pelo rio Magdalena até finalmente se estabelecer na cidade de Barranquilla para estabelecer-se como o mais animado carnaval da Colômbia. Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte V”

Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade – Parte II

Transmitido de geração a geração, o Patrimônio Cultural Imaterial é constantemente recriado pelas comunidades e grupos em função de seu ambiente, de sua interação com a natureza e de sua história, o que gera um sentimento de identidade e continuidade, contribuindo para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana dos países.

As Baianas de Acarajé são verdadeiras construtoras do imaginário que identifica a cidade de Salvador, com suas comidas, sua indumentária, seus tabuleiros e suas maneiras de vender.

O Jongo do Sudeste é uma forma de expressão afro-brasileira que integra percussão de tambores e dança coletiva praticada nos quintais das periferias urbanas nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. 

A Feira da cidade de Caruaru e o Frevo são duas distinções do estado de Pernambuco. O gênero musical surgiu no final do século 19 no carnaval, enraizado nas cidades de Recife e Olinda. Continue lendo “Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil: Lista Representativa e disciplinas nomeadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade – Parte II”