Bares Notables de Buenos Aires: A Poesia e Boêmia de San Telmo

San Telmo é assim: Histórico, Vibrante, Boêmio. Em torno de 20.000 visitantes passeiam todos os finais de semana pela Feira de Antiguidades de San Telmo, emblema da zona. Como em uma espécie de grande bazar, sifões, antigas câmaras fotográficas, selos, produtos de couro, bijuteria e artesanato de todo tipo podem ser encontrados entre as mais de 250 barracas colocadas ao longo da rua Defensa.

Nada melhor que combinar um descanso/jantar em um dos tantos “Bares Notables” tradicionais neste bairro de ruas coloniais e prédios antigos. Vamos conferir três  casos dentro do casco histórico da cidade de Buenos Aires, símbolos dentro do Bairro de San Telmo. Continue lendo “Bares Notables de Buenos Aires: A Poesia e Boêmia de San Telmo”

BARES NOTABLES de Buenos Aires: Bairro San Telmo

Argentina_Notaveis_Tango_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio_ Gardel_San Telmo_bar_mercado

Em 1998, foi criada a “Comissão de Proteção e Promoção de Cafés, Bares, Bilhares e Confeitarias Notáveis”. O que é um café notável? De acordo com o artigo 2º da lei 35/98, aquele que possui valor patrimonial próprio por estar relacionado a eventos culturais significativos, por idade, projeto arquitetônico ou relevância local.

San Telmo, conhecido como o bairro boêmio da cidade,  abriga muitos antiquários e os famosos cafés tradicionais argentinos, além de albergues, bares, restaurantes, igrejas e museus.

Aberto em 1864, o El Federal é um dos bares mais antigos de Buenos Aires ainda em funcionamento. Enquanto o Bar Plaza Dorrego esta localizado num edifício de esquina na praça principal, data de 1880. O Mercado San Telmo é um grande mercado com a entrada principal na esquina das ruas Bolívar e Carlos Calvo, data de 1897.

Estes são alguns exemplos de Bares Notables no famoso bairro de San Telmo, que os dias domingo transforma-se numa uma gigante Feira de Artesanato ao longo da rua Defensa. Continue lendo “BARES NOTABLES de Buenos Aires: Bairro San Telmo”

BARES NOTABLES : Os 3 bares mais antigos de Buenos Aires

Las Violetas_Violetas_Medrano_Rivadavia_ Argentina_Notaveis_Tango_ Almagro_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio

Há mais de 80 Bares e Cafés Notables (Notáveis) reconhecidos pela sua antiguidade que fazem parte do patrimônio cultural da cidade.

Buenos Aires possui uma “cultura de café” muito forte e muitos dos seus bares e cafés foram palcos de importantes eventos históricos, culturais e literários. Figuras relevantes, como Jorge Luis Borges e Carlos Gardel e muitos outros eram clientes habituais destes lugares conhecidos.

Alguns cafés são uma cápsula do tempo, resgatando a beleza da “Belle Époque” da cidade, ensinando na decoração delicados “vitraux” e ornamentações do passado.

A seguir, os três Cafés Notáveis mais famosos de Buenos Aires que você não pode deixar de incluir no seu roteiro turístico pelos bairros mais antigos da cidade. Continue lendo “BARES NOTABLES : Os 3 bares mais antigos de Buenos Aires”

Museu de Arte Moderno Buenos Aires – Parte I: A antiga Fabrica de Cigarros que virou museu no bairro de San Telmo

Argentina_Nobleza_Picardo_Patrimônio_Arquitetura_Polo Cultural Sur_Cultura_San Telmo_Ambasz_Casa del Naranjo

O MAMBA foi fundado em 1956 pelo poeta e crítico de arte Rafael Squirru, que o considerava um espaço de vanguarda para artes plásticas, fotografia e design. Nos primeiros anos trabalhou em várias locações da cidade de Buenos Aires, até sua chegada ao Teatro General San Martín, no início dos anos 1960.

Em 1986, ele foi premiado com sua atual sede no bairro de San Telmo, uma antiga fabrica de cigarros. Em 1997 surgiu a necessidade de ampliação para acolher a imenso acervo de; Fotografia, Design Industrial, Design Gráfico, Pintura, Esculturas, com mais de sete mil obras que cobrem a arte argentina desde a década de 1920 até os dias atuais.

As obras de remodelação começaram em 2005 e o museu permaneceu fechado ate 2010, quando as obras de integração ao prédio vizinho resultaram em uma fachada verde com inserção de vegetação nos diferentes níveis das três fachadas do edifício. Em 2018 finalizou a terceira fase, com a incorporação de duas novas salas, auditório e um elevador monta-cargas que permite aceder ao subsolo e movimentar as coleções que conformam sua amplia carteira de obras. Continue lendo “Museu de Arte Moderno Buenos Aires – Parte I: A antiga Fabrica de Cigarros que virou museu no bairro de San Telmo”

BARES NOTABLES de Buenos Aires: Bairro de Monserrat

Argentina_Notaveis_Tango_bairro_Patrimonio_Cultural_ciudad_barrio_ Gardel_Monserrat_bar_Av. Belgrano_

Buenos Aires tem cafés e bares que foram cenários de atividades culturais significativas e que, por antiguidade, arquitetura ou relevância local, são declarados Cafés Notáveis e fazem parte oficialmente do Patrimônio Cultural da Cidade. Consideram-se notáveis a aqueles bares, bilhares o confeitarias relacionados com feitos ou atividades culturais de significância; aqueles cuja antiguidade, desenho arquitetônico ou relevância local, lhe outorgam um valor próprio.
Há mais de 70 Bares e “Cafés Notables” (Notáveis) que tem como característica de serem os mais representativos da cidade. Hoje vamos percorrer o bairro de Monserrat que junto ao bairro San Telmo, hoje envolvidos num mesmo tecido urbano continuo, representam os sitios mais tradicionais do Casco Histórico da cidade de Buenos Aires. Continue lendo “BARES NOTABLES de Buenos Aires: Bairro de Monserrat”

Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte III: Chegou a hora de entrar no Templo e conhecer os detalhes do interior

Na Parte I falamos da historia do templo e sua fachada, junto a historia da Ordem dos Pregadores Dominicanos em América  e sua chegada a Buenos Aires para fundar a Basílica do Rosário e Convento Santo Domingo.

Na Parte II narrei a historia que une Virgem do Rosário com o título de Patrona da Reconquista e Defesa de Buenos Aires durante as Invasões Inglesas, cujas bandeiras conquistadas ao inimigo são exibidas nesta igreja.

Por fim chegou a hora de entrar no templo e apreciar a maravilhosas talhas em mármore nas colunas, confessionários e no Altar mor.  e dos increivel quadros venezianos que representam os 15  Misterios do Rosario. Desta vez, depois de navegar pelo interior do templo vamos falar sobre o culto e devoção da Virgem do Rosário em diferentes pontos de América Latina.

Também vamos falar do infeliz incêndio do antigo retábulo, uma historia que entristece a todos os amantes do patrimônio histórico da cidade de Buenos Aires.

Continue lendo “Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte III: Chegou a hora de entrar no Templo e conhecer os detalhes do interior”

Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte II: As Invasões Inglesas e Restauração da Capela do Rosário

Argentina_Monserrat_ San Telmo_Patrimônio_invasão_inglesa_iglesia_Reconquista_Convento_Dominicanos Dominicos_Gusmão_irmandad_Misterios_Virgem

O costume de oferecer as bandeiras capturadas ao inimigo à Virgem que cuidara maternalmente de seus devotos nos campos de batalha tem antecedentes distantes na Europa e logo depois durante as guerras de independência na América.

Pouco antes da invasão napoleônica na península ibérica, os ingleses entraram no Rio da Prata com o objetivo de apreender dos espanhóis, os domínios de Buenos Aires e Montevidéu, em duas ocasiões (1806 e 1807).

A pilhagem dos templos e as brigas nos conventos protagonizado pelos ingleses incentivaram a visão patriótica dos crioulos. O líder determinado da defesa e reconquista de Buenos Aires, Santiago Liniers, prometeu oferecer à imagem do Rosário as bandeiras capturadas ao inimigo. Após a vitória, várias imagens foram tiradas em procissão e as bandeiras foram depositadas diante do Rosário, dentro do templo.

Atualmente, é conhecida como Virgem do Rosário da Reconquista e Defesa de Buenos Aires, pois foi nesta igreja e convento onde aconteceu o combate decisivo de Santo Domingo, que terminaria com a derrota final do exército inglês.

Visitei a Basílica do Rosário em Julho de 2019 e depois em Janeiro de 2020, registrando em primeiro lugar os trabalhos de restauração na Capela do Rosário e tempo depois, os trabalhos concluídos da capela onde estão exibidas as bandeiras capturadas aos ingleses. Continue lendo “Basílica e Convento de Santo Domingo – Parte II: As Invasões Inglesas e Restauração da Capela do Rosário”

MUSEU ZANJÓN de GRANADOS: A cidade de Buenos Aires e seus rios – Parte II

Patrimônio_Argentina_Arquitetura_Casa_Conventillo_Defensa_Arqueología_pluviais_ Jorge Eckstein_Schávelzon

Em 1985, Jorge Eckstein, antigo morador do tradicional bairro de San Telmo, em Buenos Aires, comprou a casa abandonada na vizinhança, a qual pretendia transformar num local cultural e gastronómico. Pouco tempo depois de começar a obra, ele descobriu, por acaso, o que se tornaria um dos sítios arqueológicos mais importantes da cidade.

Uma equipe de arqueólogos analisou a fundação do casarão para entender melhor sua história. Sob a casa descobriram uma construção arqueada diferente, que escavações posteriores acabaram revelando ser a cobertura de um túnel subterrâneo. A investigação revelou que a antiga mansão se encontrava em cima de um intrincado sistema de drenagem.

O processo total demorou quase 20 anos para finalmente mudar o velho casearão no atual museu. A iniciativa do desenvolvimento foi privada a cargo do próprio Eckstein, inaugurado em 2003.

Durante o passeio pela casa e nos túneis, a guia (inglês/espanhol) se encarrega de transportar os visitantes ao passado, contando uma interessante história capaz de nos manter intrigados durante todo o percurso. Continue lendo “MUSEU ZANJÓN de GRANADOS: A cidade de Buenos Aires e seus rios – Parte II”

MUSEU ZANJÓN de GRANADOS: A cidade de Buenos Aires e seus rios – Parte I

Os túneis encontrados sob esta antiga casa no bairro de San Telmo não têm nada a ver com os túneis misteriosos da “Manzana de las Luces“, atribuídos a rotas de fuga ou contrabando, uma atividade recorrente nos primeiros tempos da colônia.

A maior parte do sistema de drenagem original de Buenos Aires estava conformado por vários arroyos (riachos/córregos) e foram substituídos por dutos canalizados, enterrados e cobertos. Seu traçado original pode ser descoberto na estrutura em zigue-zague de muitas ruas portenhas.

Este é o caso de dois túneis do Zanjón de Granados que foram descobertos no coração do bairro de San Telmo.

Para falar sobre o Museu Zanjón de Granados, achei que era preciso relatar em primeiro lugar a conformação do sistema pluvial da cidade de Buenos Aires. Para isso vamos falar da bacia do Arroyo Maldonado que nasce nos bairros de Tres de Febrero, La Matanza e Morón. Ela uma das maiores e mais importantes bacias da cidade, uma vez que atravessa todo o centro, de oeste para leste. Continue lendo “MUSEU ZANJÓN de GRANADOS: A cidade de Buenos Aires e seus rios – Parte I”