O VELHO ARMAZÉM: TANGO SHOW no bairro de San Telmo

Esta esquina respira Tango: Farois, paralelepípedos, um pedaço do bairro colonial de San Telmo que oferece um Show de Tango de primer nível. Como todos os espetáculos denominados “Tango Show”, o local reúne uma destacadíssima proposta gastronómica que atende aos centos de turistas que visitam esta emblemática esquina de San Telmo.

Em 2009, o local estreou outro espaço em um prédio em frente às instalações clássicas que o cantor Edmundo Rivero tenha criado em 1969, atendendo á demanda e o crescimento do turismo. Assim deram origem a um conjunto gastronômico formado por três restaurantes, bar e terraço VIP.

Depois de desfrutar de um jantar gourmet os visitantes atravessam a estreita Rua Balcarce para se submergir neste histórico local. Um espaço que mantém a atmosfera original e contém milhares de memórias, anedotas e histórias de personagens de renome do Tango Argentino. Continue lendo “O VELHO ARMAZÉM: TANGO SHOW no bairro de San Telmo”

El Viejo Almacén: o Velho Armazém do bairro de San Telmo

Andando pelas ruas do bairro San Telmo, suas casas antigas resistem à passagem do tempo. E assim chegamos a um canto famoso do Tango, Balcarce e Independencia, uma esquina reconhecida internacionalmente por abrigar a casa de tango mais tradicional, a pioneira: El Viejo Almacén.

Há 50 anos, o tanguero Edmundo Rivero transformou o local para sempre em uma Casa de Tango: um reduto que inevitavelmente nos leva ao momento mais romântico de Buenos Aires, um tempo de tradição, cortes e quebradas. Continue lendo “El Viejo Almacén: o Velho Armazém do bairro de San Telmo”

Igreja San Pedro González Telmo – Parte I: O antigo bairro de San Telmo

Dos passeios imperdíveis na capital da Argentina, esta o passeio na feirinha mais tradicional de Buenos Aires, a famosa Feira de San Telmo que acontece todos os domingos.

Conhecido como o bairro boêmio da cidade, San Telmo abriga muitos antiquários e os famosos cafés tradicionais argentinos “bares notables”, restaurantes, museus e a Igreja San Pedro Telmo, que junto á Praça Dorrego conformam o coração do bairro portenho.

Desde os tempos coloniais San Telmo foi habitada pelas famílias mais ricas da cidade até que, em 1871, a epidemia de febre amarela atingiu a área e os sobreviventes se mudaram para o norte da cidade, nos bairros de San Nicolás e Recoleta. Após a fuga das famílias abastadas, os imigrantes europeus aproveitaram os edifícios coloniais onde se aglomeravam nos chamados “conventillos”, em pequenos cómodos.

San Telmo é um dos bairros mais bem preservados da cidade e está cheio de atrações como o Mercado de San Telmo, o Museu Zanjón de Granados, o Passeio da la Historieta, alias de teatros e Centros Culturais.

Continue lendo “Igreja San Pedro González Telmo – Parte I: O antigo bairro de San Telmo”