PEDRO TELMO: Um Bar Notável Autentico no Mercado de San Telmo

Meio restaurante, meio bar, o Pedro Telmo é super tradicional. O ambiente é bem simples e autêntico, remetendo aos antigos bares de bairro. Uma boa opção para ir a comer empanadas e pizzas com uma cerveja gelada, depois de caminhar pelo Mercado de San Telmo, localizado ao lado do bar.

Nesta Pizzaria-Bar, se mantém o carácter típico o calor e o sentimento de familiaridade característicos da cultura argentina onde a simplicidade, a tradição, a boa comida e os bons preços andam de mãos dadas, e como diz o seu proprietário “quem vem aqui sente que esta na sua própria casa e sempre quer voltar”.

Pedro Telmo


É muito fácil reconhecer o local, forma parte do antigo Mercado de San Telmo, na Rua Bolívar 962. A antiga fachada verde com seus três janelões de vidro é fácil de identificar também.

Pela sua constância e autenticidade, ano após ano as pessoas voltam a este local no Mercado de San Telmo, que em suas origens era um armazém para amadurecer bananas trazidas de outras regiões do país.

Pedro Telmo continua a manter o seu carácter típico e fortes laços familiares, enquanto muitos outros espaços tradicionais do bairro são substituídos por restaurantes ou bares claramente direcionados para o público turístico.

Caminhando pelas ruas de San Telmo, a qualquer hora do dia, através das três grandes janelas do local, você verá o árduo trabalho dos cozinheiros que preparam as especialidades da casa, utilizando receitas típicas de família. Tanto no almoço quanto no jantar, o bar está sempre cheio. É frequentado pelos vizinhos do bairro e alguns turistas, amigos que encontram amigos, solitários lendo um livro ou assistindo a TV que ficava pendurada em um canto do bar.

Quanto ao local, tetos altos de madeira, vitrines e janelas turquesa, mesas de fórmica, uma máquina de café expresso que não para de funcionar e a cozinha aberta com um clássico forno a lenha onde são preparadas as delícias do bar. Um longo balcão divide o salão da cozinha exibindo tortas e empanadas que são feitas diariamente.

As paredes tem uma eclética mostra de arte composta de fotografias de todo tipo. Figuras do rock nacional como Pappo e Charly Garcia se misturam com as de Pink Floyd e os Beatles, enquanto as figuras de Gardel e Chaplin convivem com a cena mágica de Maradona no primeiro gol contra os ingleses; a famosa “Mano de Dios”.

Durante o dia, algumas mesas são colocadas na calçada que se torna um dos cantos preferidos dos frequentadores do bar. Dentro, as mesas e cadeiras são de madeira, o chão é de cimento batido, o teto alto e nada de muita luz. Mas, o preço é justo, o atendimento impecável e o ambiente nada intimidador.

Em outra parede a arte cobra presencia com uma pintura do grande pintor do bairro da Boca; Quinquela Martin, e por sua volta, rodeado da expressiva arte popular composta de dúzias de banderines de clube de futebol.

Boas Vibrações


Pedro Telmo é uma daquelas pizzarias clássicas de Buenos Aires onde você vai se sentar para comer uma deliciosa Napolitana, tomar uma cerveja e passar a noite com os amigos. Tradição e boas vibrações é sabido, sempre vai encontrar no Pedro Telmo.

Lá será recebido por “La Negra”, a avó da família com seu filho Daniel e seus três filhos. Daniel manteve Pedro Telmo por quase 20 anos, como um restaurante familiar. Exceto nos dias 24 e 31 de dezembro à noite, está sempre aberto porque para muitos a pizzaria já é uma segunda casa.

“Temos clientes que vem desde que abrimos. Atribuímos isso ao bom clima que temos, à boa comida, ao fato de toda a comida ser caseira, aos bons preços. Quem vem aqui se sente em casa”, diz o proprietário Daniel Habib.

Quem acompanha Pedro Telmo percebe que à mesa ao lado da porta está sempre um grupo de amigos (a que fica mais perto da TV), onde muitas vezes se discutem animadamente sobre jogos de futebol. Eles vêm para descarregar broncas, para dividir a polêmica, a discussão, a paixão pelo futebol. Este é um ponto de encontro. É bom sentar para tomar um café ou uma cerveja ou um vinho e estar com pessoas queridas. “Isso não muda”, diz Daniel.

Segundo Daniel, desde o início do boom turístico, quase metade do público de Pedro Telmo é estrangeiro, mas mesmo assim o local é gerido exatamente como antes, na sua aparência, na forma informal e calorosa de servir as pessoas, na sua acessibilidade económica, é o mesmo lugar de sempre. Pedro Telmo não se transformou com o turismo estrangeiro e é justamente por isso que tantos estrangeiros vêm e recomendam a pizzaria a amigos e guias de viagem: é um lugar autêntico.

O cardápio do lugar é uma proposta entre bar-café e restaurante onde encontramos delícias como as melhores pizzas e nhoque com molho à bolonhesa com carne argentina, deliciosas empanadas, saladas com diversos ingredientes e porções diferentes, diversos preparos de massas, sanduíches, bolos, etc., todos estes alimentos acompanhados claro, de um bom vinho ou cerveja.

Apesar de, com o passar do tempo, o bairro de San Telmo se tornar um ponto turístico, este ainda é um café de bairro. Não perde a essência do café, que é um tratamento humano cordial.

Talvez seja assim porque, apesar das mudanças do entorno nos últimos anos, Pedro Telmo continua a ter o seu carácter original. É um exemplo de como o típico e o tradicional são apreciados tanto por estrangeiros como por residentes locais.

 

fonte:

  • http://www.elsoldesantelmo.com.ar/pizzeriabar-pedro-telmo-un-lugar-para-sentirte-como-en-casa/
  • https://empanadassantelmo.com.br/san-telmo/
  • https://www.buenosaires.gob.ar/cultura/patrimonio/bares-notables

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.