Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade na Colômbia: Os bens culturais nomeados pela UNESCO – Parte III

Patrimônio cultural imaterial ou Patrimônio Cultural Intangível é uma categoria de patrimônio cultural definida e adotada pela UNESCO, em 2003. Abrange as expressões culturais e as tradições que um grupo de indivíduos preserva em respeito à sua ancestralidade, para as gerações futuras. São exemplos de patrimônio imateriais: os sabres, os modos de fazer, as formas de expressão, as celebrações, as festas e as danças populares, as lendas, as músicas, costumes e outras tradições.

A Festa de São Francisco de Assis na localidade de Quibdó começa quando o santo atravessa o rio nas jangadas e a visita cada um dos bairros, onde as pessoas fazem suas oferendas.

O Encontro Nacional de Bandas de Música em Paipa foi criado em 1973. É o encontro com a maior cobertura nacional e o de maior diversidade de categorias (bandas juvenis, maiores, especiais, de festas ou populares e bandas universitárias ou profissionais).

Na cidade de Santiago de Cali um simpático evento que mediante a elaboração das macetas de alfeñique, uma delicia culinária da região, celebra a relação simbólica entre padrinhos e afilhados.

09 – Festas de São Francisco de Assis ou San Pacho em Quibdó

Chocó: Quibdó


As Festas de São Francisco de Asís são celebradas entre 20 de setembro e 5 de outubro em Quibdó. Está estruturada em torno de doze bairros nos quais recai o compromisso de organizar a festa. Durante a manhã, as pessoas se reúnem na missa franciscana e, à tarde, a dança surge como um elemento libertador e o teatro relembra os acontecimentos da vida cotidianidade opressiva e da discriminação histórica. São Francisco é enriquecido pelo som do tambor e na dança. No dia 3 de outubro, o santo atravessa o rio nas jangadas e, no dia 4, a procissão é celebrada em homenagem ao patrono, que visita cada um dos bairros, onde as pessoas fazem oferendas ao santo através do teatro de mistério erguido para homenageá-lo.

Comparsas na festas de San Pacho, cortesía: Jeison Riascos / Murcy

10 – Encontro Nacional de Bandas de Música em Paipa

Boyacá: Paipa


Este encontro foi criado em 1973 pelo Escritório de Turismo e Artesanato de Boyacá como um encontro regional de bandas musicais. Então, em 1975, foi realizada a primeira edição nacional e, desde 1979, foi desenvolvida sob a coordenação da Corporação Nacional de Bandas Musicais da Paipa (Corbandas). Destaca-se por ser o mais antigo encontro de bandas da Colômbia que reúne as bandas mais competitivas. Além disso, é o encontro com a maior cobertura nacional e o de maior diversidade de categorias no país (bandas juvenis, dos maiores, especiais, de festas ou populares e bandas universitárias ou profissionais).

11 – O processo de formar e viver como nükak baka (pessoas verdadeiras)

Guaviare:  San José del Guaviare


A manifestação cultural definida pelo povo Nükak inclui todos os rituais, padrões parentais, hábitos e conhecimentos do ciclo de vida com os quais as pessoas se preparam para fortalecer seus corpos e assumir o estabelecimento de um lar, a procriação e a educação dos filhos.

Nükak baka  (pessoas verdadeiras). Este evento inclui conhecimentos tradicionais que permitem a gestão do mundo e da natureza de acordo com a tradição oral dos nükak.

El proceso de formar y vivir como nükak baka (gente verdadera)

12 – A tradição de celebrar afilhados com vasos de alfeñique na cidade de Santiago de Cali

Vale do Cauca:  Cali


Macetas de alfeñique: A relação simbólica entre padrinhos e afilhados

A elaboração das macetas de alfeñique e seu uso como presente para afirmar o parentesco simbólico entre padrinhos e afilhados é uma prática que é comemorada todo dia 29 de junho, dia dos santos Pedro e Paulo, sendo uma tradição própria e única da cidade de Santiago de Cali. A maceta de alfeñique é composta de um bastão adornado com doces de alfeñique em forma de entorchados o piñas e inúmeros enfeites coloridos, incluindo um ringlete.

A hipótese mais aceitada sobre a origem das macetas com as tradições culinárias doceiras de escravizados nas fazendas de cana, e relaciona a mesma confirmação e renovação anual da relação simbólica entre padrinhos e afilhados.

 

fonte:

  • https://www.mincultura.gov.co/
  • http://www.unesco.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *