Iluminação natural em lojas e shoppings

Quando se trata de realizar um projeto de iluminação em um espaço comercial, deve-se levar em conta que o uso da luz natural não só proporcionará uma economia considerável no consumo de energia, mas também adicionará um elemento dinâmico que é atraente para a loja já que a natureza da luz solar é dinâmica em seu nível de iluminância e em sua temperatura de cor.

luz comercial lighting design arquitetura varejo

 

A presença de luz natural libera níveis mais altos de serotonina no corpo humano, o “hormônio do bom humor”. O cliente experimenta uma sensação de bem-estar e conforto, garantindo que ele permaneça mais tempo no estabelecimento, e o estado otimista disso afeta a tomada de decisão, o que se traduz em um aumento nas vendas do negócio em questão.

A reprodução da cor da luz solar reproduz melhor a cor dos produtos do que qualquer iluminação artificial, pois pode variar de 10.000 graus Kelvin em um dia claro a 3.000° K de um pôr-do-sol.

Se a iluminação artificial da loja não for capaz de reproduzir fielmente a cor da peça, o cliente pode se sentir enganado ao verificar, fora da loja, que a cor da camisa que acabou de comprar não é exatamente a mesma que fez decidir sua compra, perdendo assim a confiança do consumidor.

 

luz comercial lighting design arquitetura varejo

 

Em um espaço ao ar livre, os níveis de iluminação da luz solar podem variar de 3.000 lux em um dia invernal a 100.000 sob luz solar direta em verão. Existem inúmeras maneiras de controlar a direção e a intensidade da luz solar que garantem uma alta porcentagem de luz natural uniformemente distribuída no interior; como brise-soleils, telas, tubos solares, clarabóias, até a correta seleção de materiais e cores do interior do estabelecimento para evitar reflexos e contrastes indesejáveis.

O uso de luz natural em espaços comerciais, através de fachadas envidraçadas, janelas ou tetos transparentes permite aos clientes um contato visual com o exterior e elimina a percepção claustrofóbica de estar em um espaço fechado e iluminado apenas pela luz artificial.

No entanto, a mutabilidade da luz solar ao longo do ano, ou dia, seja pelo tempo ou pelas condições meteorológicas, somada às limitações de espaço, localização e design do projeto arquitetônico das instalações fazem com que a coexistência de luz natural e a luz artificial seja a maneira mais bem-sucedida de iluminar um espaço interior.

A combinação certa de luz artificial e luz natural pode aumentar as vendas do negócio, como resultado de uma experiência mais confortável para o cliente e criar um ambiente de trabalho mais agradável para seus funcionários.

Muitas vezes vi livros, artesanatos e têxteis seriamente afetados pela ação da luz do sol.

A luz natural pode causar sérios problemas de descoloração ou degradação de objetos expostos principalmente em vitrines que recebem a ação direta do sol durante grande parte do dia.

Veremos a seguir alguns conceitos que explicam esse fenômeno, que embora seja um pouco técnico, acho que é muito importante saber especialmente quando se coloca um objeto caro ou precioso em exposição.

luz comercial lighting design arquitetura varejo

Causas de deterioração de um objeto

Fatores de deterioração extrínseca / intrínseca

 

Fatores de deterioração extrínseca intrínseca

Fatores extrínsecos

  • Natural

Clima: radiação solar, vento, umidade, vazamentos de água, poluição natural

Organismos vivos: microorganismos, plantas, animais

Humano

  • Condições de exposição (conteúdo energético da fonte de luz, nível de iluminação, temperatura, umidade relativa, poluição ambiental).
  • Armazenamento e manuseio

Fatores intrínsecos

  • Sensibilidade espectral do material – Características de absorção
  • Estabilidade física e química do material

 

Processos de alteração causados pela radiação de uma fonte de luz

Dano alteração causa radiação luz

 

Os processos de dano associados à radiação de uma fonte de luz podem ser divididos em dois tipos principais:

TÉRMICO

Ação térmica, que resulta em um aumento da temperatura em relação à temperatura ambiente, devido à absorção do fluxo radiante incidente, principalmente proveniente da faixa do infravermelho (IV: radiação de comprimentos de onda entre 780 nm a 1400 nm). Embora a ação térmica esteja associada à radiação infravermelha, todos os comprimentos de onda absorvidos pela luz incidente contribuem para o aumento da temperatura.

FOTOQUÍMICO

Ação fotoquímica, principalmente devido ao conteúdo ultravioleta na radiação (considera-se que os comprimentos de onda inferiores a 400 nm devem ser excluídos da radiação). É o processo pelo qual ocorre uma alteração química em uma molécula, devido à absorção de um fóton de energia. Embora o processo inicial seja independente do meio ambiente, esse processo pode ser acelerado pela temperatura ou umidade.

Essas mudanças são irreversíveis e não podem ser corrigidas por tratamentos de conservação. Os sintomas da ação fotoquímica são principalmente a mudança de cor, semelhante ao caso anterior, mas o processo é diferente. É profundo e mais sério. Alguns corantes escurecem ou mudam de tom.

O outro efeito é a perda de força, fragilidade ou quebra nas fibras dos tecidos.

 

Causas de deterioração pela ação de radiação de uma fonte de luz

  • Irradiância (energia por unidade de tempo e área)
  • Tempo de exposição
  • Distribuição espectral da fonte de luz
  • Absorção do material

 

No caso de exposição de roupas: O que pode ser feito?

  • Escolha correta de lâmpadas, evite aquelas de descarga de alta intensidade
  • Rotação de mercadorias
  • Evite radiação solar direta
  • Proteja objetos altamente sensíveis
  • Sacrificar alguns objetivos de iluminação e mantendo elementos sensíveis com baixos valores de iluminação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *