Festival da Jaboticaba, Sabará (MG), Brasil

Localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a cidade de Sabará fica a quase 15 km da capital mineira, sendo a cidade histórica de Minas Gerais mais próxima da capital. Ela é conhecida por suas igrejas, museus e por carregar parte da história mineira. Mas o que muita gente não sabe é que ela também é conhecida como a terra da Jaboticaba.

Todos os anos Sabará recebe nos três dias de festa uma media de 120 mil pessoas. O festival ocorre no fim do ano, época em que a fruta está pronta para colheita.

Festival da Jabuticaba em Sarabá (MG)

Entre os dias 15 e 18 de novembro, a cidade de Sabará recebe o tradicional Festival da Jabuticaba. A festa acontece no Centro Histórico, na Praça Melo Viana e na Praça Santa Rita, com atrações culturais, que vão desde feiras de artesanato a shows de música e dança e muita gastronomia. A entrada é gratuita.

O Festival da Jaboticaba é organizado pela Prefeitura de Sabará, a Associação de Produtores de derivados de Jabuticaba de Sabará (Asprodejas) em parceria com a EMATER ( Empresa de Assistência técnica e extensão Rural do Estado de Minas Gerais).

Neste ano, o evento conta com 25 expositores da fruta in natura, 26 estandes de derivados da jabuticaba, 20 espaços gastronômicos com pratos a base de jabuticaba, além de diversas atrações musicais e culturais.

Ótima estrutura, organização, limpeza, excelentes atrações culturais, pratos inovadores e deliciosos, diversidade de produtos e muita, muita jabuticaba, esses foram os ingredientes para a produção de um dos melhores Festivais de Jabuticaba que Sabará já teve.

O tradicional Festival da Jaboticaba, 15 ao 18 de novembro 2019

Anualmente, o evento acontece na cidade o Festival da Jabuticaba, que reúne produtores, comerciantes, moradores e amantes da fruta, onde se encontra diversas receitas em que a Jabuticaba aparece como ingrediente principal. Pode se encontrar no evento, geleias, doces, sorvete, picolé, molhos, bebidas alcoólicas e muito mais.

O sucesso do festival contou ainda com muito empenho e dedicação da Associação dos Produtores de Derivados de Jabuticaba de Sabará (Asprodejas) e todos seus associados. Os produtores acreditaram no festival e se dedicaram muito para a realização do evento. A produção de derivados é muito grande. Todos os anos as produtoras procuram trazer novidades. É incrível o poder de renovação das produtoras, todos os anos elas se reinventam, chegando ate oferecer mais de 25 produtos a base de jabuticaba.

As vendas foram ótimas, vários expositores tiveram que repor os seus produtos durante o festival e mesmo tendo um número surpreendente de visitantes

A “Vila do Artesanato” é um espaço montado na Rua Luiz Cassiano onde o visitante terá contato com o mais significativo artesanato sabarense, como exemplo a  tradicional palma barroca, renda turca de bicos,  oratórios e imaginárias, entre outros.

A programação cultural e artística do evento será bem diversificada, para agradar todos os tipos de público. Dezenas de artistas musicais se apresentarão nos palcos das praças Melo Viana e Santa Rita.

O palco sobre a Praça Melo Viana
Brasil_Centro_Histórico_Gastronomia_evento_fruta_Licor_Patrimônio_Estrada Real
O circuito Festival da Jabuticaba é montado nas Praças Melo Viana e Santa Rita, interligadas pela rua Dom Pedro II

Praça Santa Rita

A praça onde antigamente existia a igreja de Santa Rita, hoje há um coreto construído em 1975, e ao seu redor barracas com artesanatos e produtos típicos de Sabará.

Após a finalização da primeira etapa em avril de 2018 que consistiu na instalação de lâmpadas de LED. A Praça Santa Rita, localizada no Centro Histórico de Sabará, a segunda etapa foi de revitalização. Foram feitos pela Prefeitura de Sabará, reparos no paisagismo do local com a recuperação da vegetação dos jardins.

 

Já na terceira etapa, foram feitos pequenos reparos como a recomposição das madeiras que faltam nos bancos e a substituição das grades metálicas que cercam os jardins. Na etapa final foi feita a pintura completa da praça intensamente freqüentada por moradores e turistas.

Cozinha Show

Em uma área maior e com novidades, o Cozinha Show, mais uma vez ajudou a abrilhantar o festival. Nove chefs se apresentaram foram 11 pratos diferentes utilizando os derivados da jabuticaba.

A publicitária e cozinheira  Milsane, responsável pelo Cozinha Show, disse que o objetivo do projeto é mostrar a potencialidade e versatilidade da jabuticaba como ingrediente em diversos pratos. “É sair do pote para o prato”, ressalta.

“A jabuticaba é um ingrediente de respeito. É versátil: combina com prato salgado e doce. Gera curiosidade e fascínio nas pessoas. Há uma fartura muito grande em Cachoeira do Campo. É um produto que tem tudo para dar certo”, avalia Milsane.

A cheff Milsane foi responsável por dois projetos em Sabará: o Jabuticaba Gourmet e o Como Sabará. O primeiro, em parceria com a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Sabará, capacitou 24 produtores locais. “Ele tinha o objetivo de fazer com que a produção da jabuticaba deixasse de ser uma atividade informal. Apresentamos esses produtos de jabuticaba como ingrediente e gerou uma demanda espontânea na cidade”.

Já o Como Sabará levou os produtos para dentro dos restaurantes locais. “Diferentemente de cinco anos atrás, a maioria dos estabelecimentos agora têm um prato com jabuticaba”, conta Milsane.

A árvore da Jaboticaba

A jabuticabeira é uma árvore nativa da Mata Atlântica, que ocorre do sul de Minas Gerais até o Rio Grande do Sul.

É conhecida por seus deliciosos frutos. Seu tronco é bastante ramificado e tem a casca lisa, que se renova anualmente após a frutificação. Durante a primavera surgem em seu tronco numerosas flores brancas. Este processo ocorre simultaneamente à substituição das folhas, modificando completamente a aparência da árvore. Após a polinização, as flores gradativamente são substituídas por pequenos frutos verdes, esféricos, que se tornam vermelhos e depois negros, quando completamente amadurecidos.

Assim, a jaboticaba fica com cor de jaboticaba.

3° Concurso Inovação do Festival da Jabuticaba

A competição abrange todos os produtores que participam do festival neste ano e reconhece, por meio de premiações, a qualidade dos itens dos produtores. Antes de o festival acontecer (07/11), realizaram o 3° Concurso Inovação onde foram julgados os produtos de três categorias, sendo elas:

  • Melhor geleira (14 participantes)
  • Licor (13 participantes)
  • Produto Inovação, com 21 derivados

No dia do Lançamento do Festival e da realização do concurso, as amostras de todos os produtores participantes foram entregues para a comissão avaliadora, sem rótulo e devidamente codificadas, para estabelecer uma avaliação e classificação de forma isenta e imparcial.

3° Concurso Inovação 2019, foram julgados os produtos em três categorias

Ao todo, 48 produtos foram inscritos no concurso, os quais passaram por análise sensorial (características visuais, olfativas e paladar).

O concurso contou com a presença de 14 jurados especialistas em gastronomia. Especialmente na categoria de licor, participaram jurados que compõem a ABS (Associação Brasileira de Sommeliers de Minas Gerais). Para a avaliação do melhor licor de jabuticaba  são avaliados quesitos como sabor, cor, aroma, textura e impressão global do produto.

O resultado do concurso foi divulgado no dia 15/11 na praça Melo Viana, durante o festival. Confira os vencedores:

Categoria Melhor Geleia

1° lugar – Jabuticabana
2° lugar – Reserva Real
3° lugar – Jabuticabinha

Categoria Melhor Licor

1° lugar – Reserva Real
2° lugar – Menina dos Olhos
3° lugar – Sabará e Sabor

Categoria Melhor Produto Inovação

1° lugar – Mortadela de Jabuticaba – Quintal Torres
2° lugar – Geleia de Jabuticaba com cebola – Sabará e Sabor
3° lugar – Licor Rosé de Jabuticaba – Sabor e Tentação

 

Festival da Jabuticaba 2019, no Centro Historico de Sabará (MG)

Apesar de ter sido um sucesso, houve alguns problemas e o maior deles foi com certeza o trânsito e o transito agarrado entre Belo Horizonte e Sabará.

Como todos os anos encontrar estacionamento deu problema. Outra questão é o fato de não ter um cadastro para moradores do centro que possuem carro para poder chegar ou sair de casa. Uma dica importante: devido ao alto volume de veículos, recomenda-se que se vá de ônibus, vans ou micro, pois fica quase impossível achar vagas para estacionar.

 

fonte:

Uma resposta para “Festival da Jaboticaba, Sabará (MG), Brasil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *