El Querandi: Um Show de Tango em um ambiente íntimo e tradicional

O El Querandi é muito fácil de achar, já que ele fica no centro de Buenos Aires, a dois quarteirões da Praça de Maio, no bairro de Monserrat.

O Querandí tem o melhor show de tango de Buenos Aires, oferecendo um show noturno de excelência, totalmente exclusivo. Em sua jornada nos leva a descobrir  todo o esplendor da cultura do Tango.

Fundado como bar em 1920 e restaurado em 1992, o El Querandi Tango Show é considerado uma “evidência viva da memória do cidadão” pelo Museu da Cidade de Buenos Aires e declarado “Bar Notável” pelo Ministério de Cultura da Nação.

El Querandí

Perú 302, bairro Montserrat


Na esquina das ruas Moreno e Peru, no bairro de Montserrat, existe o lendário café El Querandí, no terrreno que don Juan de Garay, cedeu para Dom Alonso Gómez del Mármol em 1583, na segunda fundação de Buenos Aires. Na mesma propriedade, por volta de 1860, a Escola Modelo funcionou, e do lado pela Rua Moreno, se achava a residência do Governo da Província de Buenos Aires.

Em 1920, a antiga casa na esquina das ruas  Peru e Moreno foi modificada, transformando-se no Bar Querandí

Foram clientes habituais os estudantes do Colégio Nacional de Buenos Aires e aqueles estudantes de Arquitetura, Engenharia e Ciências Exatas, acudiam a esta esquina, como um ponto de encontro de estudantes de diversas disciplinas.

No final dos anos 70, tudo estava muito menos animado. O Querandí fechou suas portas em 1980, o prédio parecia uma ruína. Os altos do edifício , a galeria e primeiro andar, foram pegos por moradores de rua. O local estava prestes a ser leiloado, o mobiliário também.

Dizem que o poeta nicaragüense Rubén Darío viveu nesta esquina por um tempo

Felizmente, graças á intervenção em 1979 da Comissão Permanente para a Preservação de Áreas Históricas impediu o leilão com o apoio do então Prefeito Municipal. Mais tarde, o presidente Raúl Alfonsín tornou-se pessoalmente interessado no assunto. Decidiu-se entregar a casa à Comissão de Antigos Alunos do Colégio Nacional de Buenos Aires, para que eles pudessem usar o andar superior como sede e manter o bar sob concessão.

Com exceção do estaño no balcão, que desapareceu, El Querandí, após os trabalhos necessários, recuperou sua condição quase original. Além do café, agora é um restaurante e, desde 1995, à noite, oferece o Show de Tango e História, onde brilham músicos, cantores e dançarinos.

A alma restaurada 


El Querandí é uma casona antiga do final do século XIX, que funcionou como Bar e Restaurante de 1920 a 1980, que recuperou sua essência em 1992, depois de ter sido abandonado por mais de 10 anos e prestes a ser demolido. Sua história é paralela à história do tango: nasceu junto com ele, no final do século XIX, foi consolidada no início do século XX, teve seu período de esplendor entre os 30 e 55, sua decadência nos anos 80 e seu renascimento com sua alma restaurada nos anos 90.

Varios telões com imagens acompanham o roteiro da obra musical apresentada

O boiserie foi refeito em cinquenta por cento, mantendo sua cor obscura original. Os pisos de mosaico de granito em xadrez, o teto pintado de branco, as janelas de madeira tipo guillotina as cortinas, os lustres e as luminárias de bronze, no setor de restaurante, e as mesas sem mantel no setor cafeeiro, caracterizam o local.

As cadeiras vienenses Thonet, as boiserie de cedro enegrecido à base de nogueira e os dois reservados emoldurados por colunas salomônicas, também obscurecidos, foram algumas de suas principais características.

O salão principal é capaz de acomodar 120 pessoas

O local foi premiado pelo Museu Histórico da Cidade, dependente do Ministério da Cultura, com o título “Testemunho Vivo da Memória do Cidadão”, devido à autenticidade e fidelidade com que sua restauração foi realizada em 1992, após permanecer fechado 12 anos, ele também foi declarado “Bar Notável ​​da Cidade de Buenos Aires” e distinguido como “Local de Interesse Turístico” pela secretária de turismo da Nação Argentina.

Sua decoração, além disso, respeita o brilho e o estilo do início do século XX, que por si só constitui uma experiência verdadeiramente única, cuidadosamente montada e com uma atmosfera que nos permite respirar o tango de uma perspectiva completamente mágica.

O famoso coquetel: “Ananá Fizz, o coquetel da moda”

No espelho do fundo do balcão ficou gravado o famoso coquetel: “Ananá Fizz, o coquetel da moda”, a bebida virou marca do local, que prevaleceu e ficou como uma criação dos irmãos Suárez, então proprietários.

Show de Tango


A diferença daqueles shows mais novos e famosos como Tango Madero, Señor Tango, Porteño e Piazzola que funcionam em salas tipo teatro que acomodam uma plateia volumosa. No Querandi o ambiente é intimista. Tudo acontece em um casarão. Nele se apresentam uma banda de quatro músicos, três cantores e mais seis dançarinos. Cada dança é parte de uma história que passa pela trajetória do tango através das décadas.

O palco fica perto e consegue apreciar um show das antigas de forma bem intimista

Antes do show, que começa às 22:00, existe a opção de jantar. No cardápio existem algumas opções de entrada, prato principal (como massas, risotos, peixes, carnes e aves), sobremesa e vinhos. A refeição é servida a partir das 20:30. Como todo Show de Tango, é preciso ser pontual.

Para os turistas é oferecido um pacote que inclui o ingresso ao show, o jantar e o transporte até o seu hotel. El Querandi exige um pouco de planejamento na reserva de ingresso pois a capacidade é bem menor que de outros espetáculos.

O show em si é composto por um quarteto típico (piano, contrabaixo, bandoneon e violino) liderado pela mão virtuosa do mestre Ado Falasca. O repertorio mergulha na história do tango, acompanhado por dois cantores excepcionais: Carlos Gari e Gabriel Mores, e na coreografia e direção geral  Cristian Correa liderando o excelente corpo de dançarinos.

O salão principal é capaz de acomodar 120 pessoas com total conforto, o que é essencial para apreciar o show em seu maior esplendor, mas sem perder a essência de toda a tanguería; ou seja, sem deixar de ser um espaço íntimo e acolhedor, onde tudo está perfeitamente organizado, atenção nos detalhes com o mais alto nível de profissionalismo, para que o visitante possa desfrutar de uma noite inesquecível.

O grupo de dançarinos; que, além de nos transportar de volta ao passado no palco, também se misturam e percorrem o salão entre as mesas pelos diferentes números incluídos no show, recriando uma jornada mágica pela história do Tango.

Além de seu espetáculo tradicional, este verdadeiro santuário do Tango de Buenos Aires oferece uma requintada proposta gastronômica, composta pelos sabores regionais típicos, acompanhados pelos melhores vinhos argentinos.

 

 

fonte:

  • https://querandi.com.ar
  • https://turismo.buenosaires.gob.ar
  • https://www.hoy-milonga.com/buenos-aires

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *