O FORUM de OURO PRETO: Historia do incêndio em 1949 e sua reconstrução

Ouro Preto está situada na Região dos Inconfidentes, no sudeste de Minas Gerais. O município, que já foi chamado de Vila Rica, foi capital de Minas Gerais e atualmente é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Na época da extração de ouro, o município chegou a ser uma das cidades mais populosas da América Latina.

O Fórum era onde funcionava o Poder Judiciário que ocupava um espaço clave na estrutura de poderes: na Praça de Tiradentes, do lado do Palacio dos Governadores. Infelizmente foi atingido por um incêndio em março de 1949 e teve sua reconstrução iniciada em 1953. O edifico atual ja não tem mais os grandes arcos na fachada, os trabalhos de restauração foram assumidos pelo SPHAN quem visava pela restauração e cuidado do Patrimônio Nacional Brasilero, antes do atual IPHAN. Muitas intervenções foram muito discutidas, e hoje conheceremos uma delas: O Forum que pegou fogo em Ouro Preto, Minas Gerais. Continue lendo “O FORUM de OURO PRETO: Historia do incêndio em 1949 e sua reconstrução”

MINISTERIO PUBLICO de OURO PRETO: Aquele belo casearão no Largo do Cinema

Devo começar este post dizendo que detesto os organismos judicias implantados em sítios de patrimônio histórico. Eles tem sempre na porta um segurança que fala: “Está proibido tirar fotos” e para mim não existe pior frase para um fotografo compulsivo como eu. Também é certo que muitos edifícios tem conseguido conservar sua estrutura graças á funcionalidade como foi determinada neste caso. No final da rua se encontra o edifício do Fórum de Ouro Preto que já tem pronto seu novo prédio, tendo em vista instalar no local o Museu do Judiciário que sem duvidas bridara mais um atrativo á mais linda cidade colonial de Minas Gerais.

Vamos conhecer a história deste belo casarão torcendo que ele no futuro consiga ter a mesma sorte que seu prédio vizinho. Continue lendo “MINISTERIO PUBLICO de OURO PRETO: Aquele belo casearão no Largo do Cinema”

MUSEU de ARTE SACRA de OURO PRETO

Ouro Preto é a principal cidade do Ciclo do Ouro no Brasil e foi berço dos maiores artistas do estilo chamado Barroco Brasileiro. A cidade também foi cenário do movimento pela independência do Brasil em relação a Portugal, denominado de Inconfidência Mineira.

Por seu valor histórico e cultural, a cidade foi decretada Cidade Monumento Nacional em 1933, pelo então presidente Getúlio Vargas. Seu reconhecimento mundial se deu em 1980, quando a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) declarou a cidade Patrimônio Cultural da Humanidade.

Com planta atribuída ao arquiteto Pedro Gomes Chaves, a igreja Nossa Senhora do Pilar é erguida no decorrer do século XVII, e sua fachada atual é concluída em 1848. Hoje a Igreja abriga também o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto, que reúne imagens sacras, documentos e algumas das vestimentas usadas na celebração do Triunfo Eucarístico. Continue lendo “MUSEU de ARTE SACRA de OURO PRETO”

O MERCADO dos CARRUAGENS: O novo centro gastronômico frente a Puerto Madero

O Mercado dos Carruagens será um importante centro gastronômico localizado em um prédio histórico localizado na Av. Leandro N. Alem e Tres Sargentos, frente ao famoso Puerto Madero. O que no bairro de Retiro ficou conhecido como “Garagens Presidenciais” logo será transformado no Mercado de Carruagens, um espaço que promete se tornar um centro gourmet à altura de outras cidades cosmopolitas do mundo.

Quando parecia que o novo mercado abriria as portas entre março e abril deste ano, a pandemia obrigou as obras de remodelação a ficarem suspensas por algum tempo. O prédio está sob os cuidados da Prefeitura e a empresa investidora recebeu autorização para retomar a parte final da obra, obedecendo a todos os protocolos Covid-19. Espera-se em dezembro a sua inauguração. Continue lendo “O MERCADO dos CARRUAGENS: O novo centro gastronômico frente a Puerto Madero”

FIEMG – Parte I: História do incêndio do “Antigo Hotel Pilão”

Praça Tiradentes_Minas Gerais_Estada Real_Unesco_Patrimônio_Museu_Centro Cultural_incêndio_bar cafe

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) localiza-se no centro histórico, ocupando um dos prédios do entorno da Praça Tiradentes. O edifício abriga o Centro Turístico e de Informações sede da FIEMG, cujo objetivo é prestar atendimento aos turistas que chegam à cidade.

Neste local, havia o antigo “Hotel Pilão” que foi completamente destruído e arrasado por um incêndio na noite de 14 de abril de 2003. Três anos depois, em 2006, a FIEMG juntamente com a Prefeitura Municipal de Ouro Preto uniu forças para efetivar o processo de restauração do casario no complexo de prédios arquitetônicos da Praça. Continue lendo “FIEMG – Parte I: História do incêndio do “Antigo Hotel Pilão””

Museu de Belas Artes Benito Quinquela Martín (MBQM) no bairro de La Boca

Benito Quinquela Martín foi um dos protagonistas da renovação que as artes plásticas do país viveram a partir da década de 1920 e que deram frutos em uma época de ouro da pintura argentina.  Pintor e muralista argentino, principal membro do grupo de pintores de La Boca, o bairro portuário de Buenos Aires em que nasceu e ao qual sempre permaneceria ligado. Com um estilo naturalista, o tema de sua obra girava, sobretudo, em torno de navios e portos, capturando igualmente a beleza de suas impressões e as duras condições de trabalho.

O acervo do museu (MBQM) esta conformado por uma ampla coleção de obras de artistas argentinos. O museu foi preenchido com óleos, aquarelas, pastéis, templos e pinturas de têmpera feitas em tela, papel e madeira; esculturas em pedra, bronze, como assim também gravuras e desenhos feitos com os mais variados procedimentos. Cerca de 5.000 peças compõem a coleção de fotografias digitalizadas.

O Museu de Belas Artes de La Boca oferece a possibilidade de conhecer a extensa obra artística de Quinquela Martín. O último andar tem a modalidade de Casa Museu, pois trata-se da própria casa e atelier do pintor, com amplos terraços que atuam como sala de exibição da importante mostra escultórica do museu. Continue lendo “Museu de Belas Artes Benito Quinquela Martín (MBQM) no bairro de La Boca”

Planetário Galileo Galilei – Parte II: O disco voador que possuo no Bosques de Palermo

Argentina_Parque 3 Febrero_Palermo_Bosque_cúpula_Patrimônio_El Rosedal_ Full Dome_realidade virtual_Astronomia_RGB Lighting_Led

O Parque 3 de Febrero é o maior pulmão verde de Buenos Aires. Suas florestas, lagos, praças e passeios se estendem por 370 hectares do bairro de Palermo.

Uma das milongas mais importantes (salas para dançar tango) da história do  tango  foi o “Lo de Hansen”, que era o local mais popular da cidade entre 1895 e 1910 e demolido em 1912 por ordem do prefeito Anchorena, para realizar uma ampliação dos acessos ao velódromo. Estava localizado na esquina da Avenida Figueroa Alcorta e Sarmiento, onde hoje fica o  Planetário.

As obras do Planetário Galileo Galilei começaram, sob a direção do arquiteto argentino Enrique Jan em 1962. A abertura definitiva para o público em geral foi realizada em 5 de abril de 1968. Continue lendo “Planetário Galileo Galilei – Parte II: O disco voador que possuo no Bosques de Palermo”

Museu Nacional de Belas Artes: Um dos museus mais importantes de América Latina

Museu_Belas Artes_América Latina_Recoleta_exposição_arte_patrimônio_arte contemporânea_turismo cultural_muestra_coleccion_Fachada

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA ) foi inaugurado em 1895, apesar de ter sofrido várias mudanças de sede. Alberga o maior património artístico da Argentina e um dos principais da América Latina. Está composto por mais de 12 000 pinturas, desenhos, esculturas e tapeçarias de artistas como El Greco, Van Gogh, Renoir, Monet, Cézanne ou Picasso, bem como clássicos argentinos como Xul Solar e Eduardo Sívori. Destaca-se a sua biblioteca com mais de 160. 000 volumes e o auditório.

Seu extraordinário patrimônio artístico de mais de 12 mil peças que compõem a coleção faz com que seja a acervo público mais importante do subcontinente. Continue lendo “Museu Nacional de Belas Artes: Um dos museus mais importantes de América Latina”

Planetário Galileo Galilei – Parte I: Um Show Astronômico nos Bosques de Palermo

Argentina_Parque 3 Febrero_Palermo_Bosque_cúpula_Patrimônio_El Rosedal_ Full Dome_realidade virtual_Astronomia_RGB Lighting_Led

O Planetário Galileo Galilei está localizado no cruzamento da Avenida General Sarmiento e Belisario Roldán, dentro do Parque Tres de Febrero, no bairro de Palermo, na cidade de Buenos Aires.

A silhueta do Planetário se destaca de maneira marcante, não apenas por ser um dos poucos edifícios construídos na região, mas também pela originalidade, síntese e elegância que definem seu perfil. Sua imagem é caracterizada por uma grande cúpula, cercada por um anel envidraçado, apoiado em grandes pernas de concreto que a colocam, como uma nave galáctica que repousa nos Borques de Palermo.

Uma estrutura desafiadora, uma forma original única na cidade dentro de um ambiente privilegiado, fazem deste edifício uma peça única de arquitetura moderna em Buenos Aires. Continue lendo “Planetário Galileo Galilei – Parte I: Um Show Astronômico nos Bosques de Palermo”

CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto

Manoel Teixeira de Souza_Barão de Camargos_viscondessa de Camargos_Praça Tiradentes_Minas Gerais_Estada Real_Unesco_Patrimônio_Museu_Maria Leonor Felícia da Rosa_Brasil

A Casa da Baronesa está localizada na Praça Tiradentes, no centro da cidade.  A casa foi a residência de uma das mais ilustres famílias que se instalaram em Vila Rica: a família de Manoel Teixeira de Souza (Barão de Camargos) e Maria Leonor Felícia da Rosa (Viscondessa de Camargos).

Foi doada à união em 1941. Atualmente é sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Ouro Preto. Continue lendo “CASA da BARONESA – Parte I: A nobreza do Brasil Imperial na antiga Vila Rica de Ouro Preto”