BOSTON CITY: O Bar Notável da Galeria Güemes

Este Bar Notável está localizado dentro da Galeria Güemes (1915), um magnífico edifício com influências estéticas da Art Nouveau que possui uma galeria comercial interna para pedestres de 116 metros de extensão, que liga as ruas Florida e San Martín e é considerada a primeira construção inteiramente em concreto armado,  conhecido também por ser um dos primeiros arranha-céus da cidade de Buenos Aires.

Boston City Café


Localizado no coração da cidade financeira, o momento culmine acontece na hora do almoço, quando está repleta de funcionários dos escritórios da região e que lhe conferem uma dinâmica que não diminui até bem depois do meio-dia.

O interior do bar é interessante. Ao entrar no bar, o seu imponente balcão chama a atenção, não só pelo seu formato circular, mas também pela sua tampa em vidro e sua frente em mármore com decorações geométricas em baixo-relevo, o qual remete à grande presença do mármore na galeria, com suas magníficas pilastras de mármore Botticino importadas da Itália.

O outro balcão, lateral e reto, feito de granito e madeira, é para os drinks.

Detrás, um falso vitreaux parece adornar desde sempre o fundo desta barra com o logo do bar, o mesmo que fica no vidro da porta de entrada.

Apesar da pequena dimensão do local, um pequeno desnível no piso permite uma outra perspectiva desde essas suas nove mesas. Além disso, existem muitos espelhos em todas as paredes, o que confere ao local uma sensação de maior espaço. A partir daí, por meio de uma escada reta, chega-se ao nível superior, que na sua planta repete as silhuetas dos dois balcões anteriormente mencionados e a grande coluna se projeta ate o segundo andar.

O café comunga com os códigos antigos, primeiro se consume e depois é “ditado” o consumido na caixa

O Boston City Café foi inaugurado em 1957, também é conhecido como o “bar do tio”, pois o primeiro dono era um tio com seus sobrinhos, todos eles de origem espanhol. Para as festas de fim de ano, preparavam-se no local um pão doce de natal que era distribuído gratuitamente aos clientes habituais. Como a Rádio Libertad ficava no subsolo do prédio, era comum o comparecimento de pessoas do meio artístico. Para citar alguns: Hugo del Carril, Pepe Biondi, o pintor Juan Lamela, etc.

O Boston é um típico bar de Buenos Aires onde as pessoas podem se sentar para tomar um café ou almoçar, desfrutando de um cardápio variado com várias opções à sua escolha. Pela manhã, o café com croissants nunca dá errado, pastafrola, alfajores de maizena, palmeritas ou bay biscuit, bolo de maçã ou ricota, junto com os sanduíches de miga, tostados, em pão integral, francês, árabe ou pebete, fazem parte da variada oferta que oferece o cardápio. Na hora de comer, ao meio-dia ou à noite, tem de tudo: lomo de carne, pratos feitos, milanesas, pastel de papa, tortas, etc.

O açúcar não vem em sache de papel. É preciso um bom pulso e muita atenção para dosificar corretamente a quantidade, sem incorrer em excessos involuntários

Para ser sincero, este Bar Notável não oferece ao turista um atrativo especial, já que sua decoração não tem o clima típico dos bares históricos de Buenos Aires. É um bar inserido na área financeira (que inclui a rua San Martin), cheia de bancos, financeiras, casas de câmbio e escritórios de todos os tipos, portanto seu perfil é voltado para atrair durante o dia pessoas que trabalham nesta área.

A Galeria Güemes sempre passou despercebida aos turistas, não só porque sua fachada da Rua Florida foi destruída num incêndio em 1971 e atualmente não tem grande destaque, mas também porque durante décadas essa maravilhosa galeria comercial manteve suas cúpulas escondidas e seus teatros fechados.

Recentemente restaurada, a Galeria Güemes oferece hoje um maravilhoso passeio que inclui, para além das suas várias lojas, a possibilidade de contemplar uma bela vista panorâmica desde o novo Rooftop Bar situado na cobertura do piso 6. Esta opção resulta muito mais atraente que o Bar Notável Boston City, oferecendo um visual diferenciado, um ambiente descontraído para coroar a sua caminhada pela rua Florida.

Rooftop Bar


Este tipo de bar, tão difundido nos últimos tempos, caracteriza-se por estar localizado nas coberturas de hotéis ou edifícios históricos, proporcionando incríveis vistas panorâmicas diurnas e noturnas da cidade.

Em novembro de 2019, surgiu uma grande novidade que adiciona uma atração espetacular à Galeria Güemes. Um bar na cobertura foi aberto, fica no telhado intermediário com vista para rua Florida.

Neste caso, o terraço correspondente ao 6º andar da torre Mitre, ele não oferece o visual deslumbrante do mirante localizado no andar 14 do mesmo edifício porém, a partir do RoofBar a escala da visual percebida é mais próxima (apenas alguns metros) da imponente fachada da antiga loja Gath & Chaves.

Possui também uma vista panorâmica privilegiada das cinco cúpulas localizadas na intersecção de Diagonal Norte e Flórida, a poucos metros daqui, onde estão as cúpulas do edifício vizinho “Miguel Bencich”, as duas do edifício “Bencich Rent”, aquela do antigo telhado colonial do “Banco de Boston” e a cúpula da “Equitativa del Plata”.

Havanna


Outra proposta é o Bar-Café Havanna, que como sempre oferece produtos de altíssima qualidade. Cabe lembrar que foi nesta galeria que o primeiro local da empresa foi estabelecido no arribo da empresa à capital de Buenos Aires.

A Havanna é uma empresa argentina produtora de alimentos, reconhecida por seus alfajores, sendo este seu carro-chefe, considerado um dos melhores da Argentina. A empresa também opera uma franquia de cafeterias e exporta seus produtos para diversos países.

Os alfajores Havanna se tornaram um clássico dos turistas que visitam Argentina

A empresa foi fundada em 1947 por Benjamín Sisterna quando este chegou a Mar del Plata, onde se associou a Demetrio Elíades, dono da Confeitaria Havanna localizada no centro dessa cidade. Esta havia recebido seu nome em homenagem à capital de Cuba (Havana), chamada em alemão de “Havanna”.

Em 1998, a Havanna foi vendida para a empresa local Exxcel Group. Como resultado da crise econômica argentina de 2001, o Exxcel Group vendeu a empresa novamente para um grupo de investimentos argentino denominado “Grupo DyG” formado por Guillermo Stanley, Carlos Giovanelli e Crhistian Colombo.

Com a chegada desse novo grupo de investimentos, a Havanna passou a abrir cafés, nos quais, além de diversos tipos de café, seriam comercializados os produtos tradicionais da empresa. A Havanna possui inúmeras franquias no interior do país e em diversos países da América Latina (no Brasil, por exemplo, na cidade de Maceió), nos Estados Unidos e na Espanha.

 Starbucks


Starbucks Café, rua San Martin 150

Starbucks é uma rede internacional com filiais em vários bairros e shoppings de Buenos Aires. Foi fundada em 1971, em Seattle, estado de Washington, Estados Unidos. É a maior empresa de comercialização de café do mundo, com mais de 24.000 locais em 70 países.

Seus cafés costumam ser encontrados em locais de grande afluência de pessoas, como aeroportos, shopping centers, centros históricos, museus, universidades, entre outros.

Na Argentina, possui 151 filiais, que contam com 1.700 funcionários. A empresa abriu sua primeira loja em Buenos Aires em maio de 2008. Posteriormente, expandiu-se para vários estados do interior do país.

A galeria tem acesso pela Rua Florida e pela Rua San Martin. Recentemente restaurada é um passeio imperdível no centro da cidade

À noite, a galeria assume uma auréola especial. Nessa hora todo o centro se esvazia de gente e na Galeria Güemes apenas o bar da cobertura e o teatro abrem suas portas. O resto da galeria dorme e permite imaginar como era há um século atrás, como citava Cortázar em um de seus livros em referência à Galeria Güemes: “um território ambíguo onde há tanto tempo atrás fui lá para tirar fora minha infância como se tira fora um terno usado”.

 

fonte:

  • http://galeriaguemes.com.ar/galeria/
  • https://www.buenosairesantiguo.com/pasaje-guemes/
  • http://bares-notables.blogspot.com/p/boston-city_25.html
  • https://turismo.buenosaires.gob.ar/es/gastronomico/boston-city

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.