Bares Notables da cidade de Buenos Aires: Os 3 bares mais antigos e tradicionais

Há mais de 80 Bares e Cafés Notables (Notáveis) reconhecidos pela sua antiguidade que fazem parte do patrimônio cultural da cidade.

Buenos Aires possui uma “cultura de café” muito forte e muitos dos seus bares e cafés foram palcos de importantes eventos históricos, culturais e literários. Figuras relevantes, como Jorge Luis Borges e Carlos Gardel e muitos outros eram clientes habituais destes lugares conhecidos.

Alguns cafés são uma cápsula do tempo, resgatando a beleza da “Belle Époque” da cidade, ensinando na decoração delicados “vitraux” e ornamentações do passado.

A seguir, os três Cafés Notáveis mais famosos de Buenos Aires que você não pode deixar de incluir no seu roteiro turístico pelos bairros mais antigos da cidade.

Las Violetas – Bar Notable


Endereço: Avenida Rivadavia 3899. Almagro.

Las Violetas, situado na esquina das ruas Medrano e Rivadavia desde 1884, foi construído e inaugurado  por seus proprietários originais sem poupar esforços nem gastos, pois há um fino madeiramento, magníficos vitrais, mármores italianos e móveis trazidos de Paris. A glamorosa confeitaria foi construída com os melhores materiais trazidos da Europa. As impecáveis peças de mármore de Carrara no balcão e nas mesas se somam a sinuosos lustres de bronze original.

Seu visual chama à atenção logo na hora que a gente entra no salão principal: colunas imponentes, coloridos vitrais e pisos de mármore branco. Elementos muito habituais na época dourada da Argentina.

A poetisa argentina Alfonsina Storni foi uma assídua cliente do Las Violetas, já que vivia no bairro. Seus salões também foram conhecidos por Roberto Arlt e Irineo Leguisamo, o famoso jockey de carreras de cabalos, personagem que foi inspiração para uma música de Carlos Gardel.

Apesar de seu fechamento em 1998, a Legislatura da Cidade o declarou “área de proteção histórica”, ficou fechado três anos até ser reinaugurado em 2001, onde hoje funciona como café e restaurante. Sua arquitetura no melhor estilo francês foi meticulosamente restaurada. Ao redor, as lojas surgiram gradualmente e tomaram o um lugar muito mas animado, como é conhecida a intersecção das ruas Medrano e Rivadavia, no bairro de Almagro.

Las Violetas é o orgulho do bairro de Almagro. Em 2017, a BA Capital Gastronómica lançou um concurso para reconhecer o Melhor Café Notável da Cidade de Buenos Aires. Os locais participantes totalizavam 43, entre os 19 mil votos, o Las Violetas foi eleito como o melhor Café Notável da Cidade.

Café Tortoni – Bar Notable


Endereço: Avenida De Mayo 825, Monserrat

O Café Tortoni, bar notável localizado no bairro Monserrat, é o mais antigo da cidade. Fundado em 1858. Pouco se sabe sobre as origens do lugar: Diz-se que um imigrante francês com o sobrenome Touan decidiu abri-lo no final de 1858, sendo o mais antigo de todos os cafés do país. O nome também é provido do famoso Café Tortoni de Paris, o lugar onde toda a cultura parisiense do século XIX se reunia. No final de 1900, o local foi comprado por um empresário francês chamado Celestino Curutchet.

A imponente fachada que dá para a Avenida de Mayo foi obra do arquiteto Alejandro Christophersen, realizada em 1898

Pintores, escritores, jornalistas e músicos participaram da Agrupação de Artes e Letras, liderada por Benito Quinquela Martín, eles tornaram o café famoso. Em 1926, formaram La Peña e, por esse motivo, pediram autorização a Curutchet para permitir que usassem a adega localizada no subsolo. Atualmente no subsolo do Tortoni acontecem espetáculos de jazz e de tango.

Em suas mesas de mármore e suas paredes está presente uma parte importante da história de Buenos Aires, pois entre seus clientes mais destacados se encontravam os escritores Jorge Luis Borges, Luigi Pirandello, Federico García Lorca e Julio Cortázar, bem como os músicos Arthur Rubinstein e o mítico Carlos Gardel.

Avenida de Maio_Café Tortoni_ Carlos Gardel_Palacio_Arquitetura_Mundial_lunfardo_Patrimônio_Cultural
Na porta a estátua do poeta Horacio Ferrer

Palacio Gardel: 

O Legislativo de Buenos Aires aprovou por unanimidade o projeto que declara o edifício histórico chamado Palacio Gardel, localizado na Avenida de Mayo 833, local de interesse cultural, construído entre 1880 e 1894 para a família Unzué.

Palacio Carlos Gardel em Av. de Maio 833

O emblemático Café Tortoni forma parte do Palacio Carlos Gardel no mesmo edifício onde, no primeiro andar, funciona desde 1993 a sede da Academia Nacional de Tango, e acolhe o único Museu do Tango da cidade.

Carlos Gardel tinha sempre uma mesa reservada para ele no Café Tortoni, longe da vista de seus admiradores. Segundo o poeta Enrique Cadícamo, era a mesa que se encontrava no lado direito do salão junto à janela entrando pela Avenida Rivadavia. 

Café La Biela – Bar Notable


EndereçoQuintana 596, Recoleta

Localizado na Plaza Intendente Alvear, o Café La Biela fica de frente para o Cemitério da Recoleta e para a Basílica de Nuestra Señora del Pilar, formando um conjunto de pontos turísticos realmente imperdíveis.

O Café La Biela é um ícone portenho no bairro da Recoleta

Antes de ser oficialmente batizado de Café La Biela, o local se chamava Aero Bar, em homenagem aos pilotos civis que moraram na mesma rua do bar. A partir de 1942, passou a ter o nome atual.O Café La Biela é um símbolo de toda uma geração de intelectuais das décadas de 60 e 70. Dois dos frequentadores mais assíduos do local foram Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares. A presença da dupla foi imortalizada no La Biela, onde uma mesa próxima à entrada tem as estátuas dos escritores sentadas a uma mesa.

Desde 2013, a calçada do Café La Biela conta também com uma escultura de um às do automobilismo argentino, Oscar Gálvez, junto com seu irmão Juan, eles dão nome ao autódromo portenho.

O Café La Biela foi declarado “Lugar de Interesse Cultural” pela Legislatura da Cidade de Buenos Aires, em 1999. Além disso, faz parte da lista de Bares  Notables de Buenos Aires, uma seleta de lista de bares, cafés e confeitarias eleitos pelo Governo da Cidade como representativos da cidade por sua antiguidade, tradição e valor cultural e arquitetônico.

 

fonte:

  • https://www.clarin.com.ar
  • https://www.lanacion.com.ar
  • https://turismo.buenosaires.gob.ar/br
  • https://cafecontado.com/
  • https://aguiarbuenosaires.com
  • https://www.puraciudad.com.ar/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *