BARES NOTABLES de Buenos Aires: A tradição da comida espanhola

Em 1998, o Legislativo da Cidade de Buenos Aires criou a Comissão de Proteção e Promoção de Cafés, Bares, Bilhares e Confeitarias da Cidade de Buenos Aires, dedicada a nomear como notáveis ​​os bares, bilhares ou confeitos relacionados a eventos ou atividades culturais significativas; bem como aqueles cuja antiguidade, projeto arquitetônico ou relevância local lhe conferem valor próprio.

Estamos perto do Congresso Nacional, percorrendo a famosa Av. de Maio no bairro de Monserrat, uma zona que destaca-se  pelo grande número de restaurantes que oferecem comida espanhola tradicional.

Bar Iberia

Av. de Mayo 1196


O Café Iberia é o segundo bar mais antigo de Buenos Aires depois do Tortoni, foi aberto e reinaugurado em três séculos distintos. Na esquina de Salta e Avenida de Mayo, testemunhou grandes eventos históricos, além de contar com uma boa parte de visitantes famosos.

É o local ideal para fazer uma pausa para tomar um café ou almoçar durante uma visita à Avenida de Mayo

Nasceu em 1897 com o nome de “La Toja”. A uma quadra estava o Comitê Central da Unión Cívica Radical, motivo pelo qual se podia ver com assiduidade Hipólito Yrigoyen, Marcelo T. de Alvear e outros políticos importantes. Durante os primeiros anos da década de 30, em sua segunda reinauguração, passou a se chamar Iberia e foi ponto de reunião dos republicanos e testemunha das batalhas campais que aconteciam quando os franquistas do Bar Español  (onde hoje existe uma agência do banco chinês ICBC) , decidiam entrar para brigar no bar de seus rivais, que ficava bem  na frente.

A história diz que em março de 1938 os republicanos localizaram um caminhão com alto-falantes no meio da rua, no auge das disputas. Do veículo, soou o “Hino de Riego”, que era oficial de 1931 a 1939, e slogans antifascistas foram lançados. Os franquistas responderam jogando tudo o que tinham – incluindo copos e pratos – contra o caminhão. A luta acabou com a intervenção da polícia local.

Mas a história do bar não terminou com a guerra, o dramaturgo e poeta espanhol Federico García Lorca costumava frequentá-lo com amigos.
Em 1942, por iniciativa do proprietário Daniel Calzado, o bar foi ampliado ao comprar o local do salão de beleza contiguo. Atualmente, e há vários anos, Manuel Novo dirige o destino do Iberia, que conta com uma atenção esmerada e um serviço gastronômico de alta qualidade.

O bar ncontra-se na “esquina mais espanhola de Buenos Aires”, próximo ao Teatro Avenida, ao Hotel Castelar, e aos restaurantes El Globo, El Imparcial, El Hispano e o Plaza Astúrias

O Bar Ibéria foi declarado em 2005 “Espaço de Interesse Cultural” pela Legislatura portenha, a qual também o distinguiu como “La Esquina de la Hispanidad (a esquina da espanidade)”. Na quinta-feira, 29 de março de 2007, festejou sua reinauguração após uma acertada intervenção arquitetônica.

Em 2007, o bar passou por uma reforma que buscou recuperar o espaço e modernizá-lo sem remover seu conteúdo patrimonial, o que resultou no salão principal com uma estética que funde o estilo antigo com um toque moderno. A decoração evoca a história do bar, com fotos e desenhos antigos de edifícios típicos da Avenida de Mayo.

La Embajada

Santiago del Estero 88


Modesto, como se estivesse escondido, o Bar Embaixada é um antigo despacho de bebidas que completava o armazém que operava na esquina de Santiago del Estero e Hipólito Yrigoyen. Tudo faz parte de um edifício de estilo francês construído em 1913 pelos engenheiros Fox e Damianovich, e que chega à esquina da Avenida de Mayo.

O Bar permanece quase igual ao original. Boiserie, mesas de madeira, cadeiras vienenses, piso de mosaico de granito, barra de mármore com tampo de estanho e torneira em forma de cisne.

O balcão de mármore, se destaca no salão

Com a oferta gastronômica. O típico sanduíche de presunto Serrano, e as tortilhas espanholas , também reforça o ar espanhol.

Hoje a Embaixada é atendida por Jorge. Seu pai entrou na empresa proprietária em 1963. A antiga loja da esquina que completava o típico bar-armazém está fechada, mas seu interior está intacto, exatamente como foi fechado há cerca de 10 anos.

Plaza Asturias

Av. De Mayo 1199,


Na esquina da Avenida de Mayo e Salta, em frente ao lendário Bar Iberia, desde 2001 está localizado o restaurante Plaza Asturias, outro local cujas origens espanholas ainda são muito latentes.

Anteriormente, nesta esquina existia o Hotel Paris. Na sua fachada podemos ver “Cariátides”, colunas em forma de mulher. Buenos Aires exibe cariátides nas fachadas do Congresso, no Banco Central, no Ministério da Educação, no Palácio de Águas Corrientes, na Rua Bolivar 919 (San Telmo), entre outros.

Está definido como os típicos restaurantes espanhóis, onde você vê pôsteres de touradas, “milhões de presuntos deliciosos” pendurados no teto, bandeiras da madre pátria e galhardetes em todos os lugares. Também existem as fotos de Dona Sofia e Don Juan Carlos e o filho Felipe, Príncipe das Astúrias.

Os pratos principais são os frutos do mar e o peixe, como o lombo de atum e o bacalhau, tipo galego, á vizcaína ou com arroz ou tortilhas. Mas um clássico do lugar e um bom prato para se aquecer no inverno – embora seja feito o ano todo – é o típico cozido asturiano chamado “Favada Asturiana”. Outras especialidades são paellas, polvos, lulas etc.

As garçonetes assistem, vestidas com uniformes com as cores do escudo asturiano, logo que obviamente está gravado em pratos e guardanapos.

 

fonte:

  • http://www.losnotables.com.ar/
  • https://turismo.buenosaires.gob.ar
  • https://www.lanacion.com.ar

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *