IGREJA NOSSA SENHORA da MERCED – PARTE IV: O Grande Convento de San Ramón Nonato, o mais antigo da cidade

O Convento de San Ramón Nonato é o mais antigo da cidade, data de 1600 e tem uma longa e ativa história. Durante as invasões inglesas o convento foi ocupado pelas tropas defensoras da cidade, e durante a guerra com o Brasil foi um quartel e um hospital de sangue. O convento foi encerrado em 1822, pela Lei da Reforma Eclesiástica, e a partir de 1834 funcionou ali uma escola de órfãos.

Posteriormente, chegou María Eva Duarte de Perón e o transformou em escritório de Ação Social. Mas tarde recebeu a sede da Universidade Católica (UCA),  até finalmente ser devolvido à Orem dos Mercedários.

Nas galerias do pátio interno, na rua Reconquista 269, há um belíssimo calçadão de compras onde se encontram câmeras antigas, objetos de arte, tecidos e roupas feitas à mão, além de vários restaurantes e um teatro.

Convento San Ramón Nonato


O convento San Ramón Nonato é o mais antigo da cidade, data de 1601, e tem uma longa e ativa história. Era a sede da Ordem da Misericórdia, então uma Sociedade Benevolente. Posteriormente, chegou María Eva Duarte de Perón e transformou-o em escritório de Ação Social. Abrigou uma parte da Universidade Católica e foi posteriormente devolvido aos Mercedários.

Sendo que a as obras de construção começaram em 1721, para 1733 grande parte do templo foi habilitada, estima-se que a construção do Convento tenha sido contemporânea à da igreja. Isto parece ser indicado pela criação por parte do Cabildo, em 1722, de duas escolas primárias, uma das quais tinha sede no Convento de La Merced.

Virgen Merced_Mercedes_Virgem Mercês_Argentina_Patrimonio_ Batalla Tucumán_Nossa Senhora Mercês_San Nicolas_Convento_Monasterio_ mercedários

Depois, em 1728, prossegue a construção de três salas de aula para o ensino de estudos superiores (gramática, filosofia e teologia).  O Convento foi um centro de divulgação da cultura. Lá os guaranis, mulatos e negros também aprendiam música e composição. A escola continuou a funcionar depois de 1810. Em 1816 tinha 105 alunos, sendo a maior de todas as escolas primárias da cidade.

Convento San Ramón Nonato: feria e Restaurantes


O Convento San Ramón Nonato é um lugar charmoso e único ao mesmo tempo, ideal para quem procura um pouco de tranquilidade na hora do almoço. Pela entrada do edifício na rua Reconquista, chega-se a um pátio central onde se encontra um belo jardim florido que passa completamente despercebido desde o exterior.

Os bancos que circundam o jardim convidam-nos a sentar e desfrutar ao ar livre. Nas galerias podemos achar artesanatos, uma biblioteca aberta ao público e um belo teatro. Três restaurantes estão localizados sob as arcadas da galeria que servem pratos típicos da culinária argentina: empanadas, milanesas, massas, frango e rosbife.

No final do século XVIII, a estrutura do claustro consolidou-se no convento, fechando o largo do pátio principal que ainda subsiste.

Patio central do Grande Convento de San Ramón Nonato. A Basílica fica ao lado do Convento, mas é totalmente independente dele

Durante os séculos XIX e XX, a área ocupada pelo complexo colonial foi reduzida, pois foram subdivididos alguns setores onde se localizavam as edificações mais precárias. À estrutura claustral do período colonial, foi acrescentado um segundo andar na rua Reconquista e na ala norte.

O entorno do bairro de San Nicolas


Ate 1890 esta área do bairro de San Nicolas estaria relacionada ao comércio de gado. Em 1903, a área era povoada por estabelecimentos veterinários, clínicas, enfermarias e ferreiros que ofereciam produtos para carrapatos ou sarna, serviços de castração de vacas e uma biblioteca veterinária multilíngue.

A sede do Banco Francês do Río de la Plata é um edifício de estilo acadêmico francês localizado na esquina das ruas Reconquista e Perón. A partir do século 1900 esta área virou a parte financeira da cidade, no coração do bairro San Nicolás, cheia de bancos, financeiras, casas de cambio, etc.

O Banco Francês do Río de la Plata (fundado em 1886), para 1922 ele abriu um concurso para o projeto de sua nova sede. O vencedor do concurso foi o arquiteto Jorge Bunge, presidente da Sociedade Central de Arquitectos. O arquiteto francês Eugenio Gantner foi nomeado gerente geral das obras, a cargo da construtora Piquet y Arano. A obra finalizou em 1926.

Segundo Jorge Bunge, a ideia que inspirou este projeto foi erguer a “Casa da França”, dentro dos elementos mais clássicos dos estilos franceses do século XVIII.

Em 2017 o BBVA Francés inaugurou sua nova sede corporativa em Buenos Aires. A torre está localizada na Av. Alem e Av. Córdoba, Catalinas Norte, no bairro do Retiro, em uma das melhores áreas da capital, próximo ao centro financeiro da cidade e de Puerto Madero.

O Grupo BBVA investiu cerca de 250 milhões de dólares na nova sede do banco na Argentina. É uma torre de 33 andares, dos quais 23 são do BBVA Francés, onde trabalham mais de 1.900 funcionários da instituição financeira.

A construção começou no início de 2012 e foi inaugurada em abril de 2017. A torre que atingiu sua altura final tornou-se um dos 10 edifícios mais altos da Cidade de Buenos Aires.

 

 

fonte:

  • https://www.periodicovas.com/historias-de-la-ciudad/home
  • https://www.sobrebue.com/visorNotaHtml.php?idNota=160
  • http://historiadelperonismo.com/?p=3259/home

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.